PCDF: assassino de Pedrolina disse tê-la matado para encobrir estupro

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (04/09/2019), o desempregado João Marcos Vassalo da Silva Pereira, 20 anos. Segundo a Polícia Civil, ele confessou ter estuprado e assassinado a auxiliar de serviços gerais Pedrolina Silva, 50 anos. Contou, em depoimento, que estava no mesmo ônibus em que a vítima seguia para se encontrar com uma amiga.

O homem disse que desceu em uma parada depois dela e correu até o ponto em que Pedrolina estava para atacá-la l. Ele disse que esganou a vítima, mas a causa da morte foi um corte de arma branca no pescoço. Afirmou que cometeu o assassinato para ocultar o crime de estupro.

“João Vassalo também era morador do Paranoá Parque e, por diversas vezes, teria assediado a mulher. Nós vamos investigar essa relação e ele poderá responder por feminicídio”, explicou Bruna Eiras, delegada cartorária da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul)

Pereira foi preso pela Polícia Militar por volta de 12h, de terça-feira (03/09/2019), devido a outro caso, de tentativa de estupro no Lago Sul, pouco antes de o corpo de Pedrolina ser encontrado.

Da redação com informações adaptadas do Metrópoles

Expressão Brasiliense

Read Previous

Polícia prende acusado de matar mulher e jogar corpo à beira do Lago

Read Next

Após passar pela CCJ por 18 a 7, Reforma da Previdência deve ser votada no plenário do Senado na semana que vem

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.