Contagem regressiva para as posses de Ibaneis e Bolsonaro

Com a mudança em definitivo da família do futuro presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), neste sábado (29), para Brasília, a cidade se prepara para a posse presidencial e do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB). O advogado será empossado pela manhã e Bolsonaro à tarde na próxima terça-feira (1º).

A solenidade de posse de Ibaneis na Câmara Legislativa está marcada para às 10h. Em seguida será feita a transmissão do cargo no Palácio do Buriti e na sequência haverá uma cerimônia para a posse dos secretários. Porém, o primeiro compromisso de Ibaneis será no Santuário Dom Bosco, na Asa Sul, às 8h.

Já a posse de Jair Bolsonaro será muito mais pomposa e terá um esquema de segurança jamais visto em terras brasilienses. Bolsonaro irá para a Catedral de Brasília antes das 14h e de lá sairá em cortejo de carro aberto pela Esplanada até o Congresso Nacional onde ocorrerá a cerimônia de posse às 15h. Do Congresso, o capitão-presidente seguirá para o Palácio do Planalto onde subirá a rampa e receberá a faixa presidencial. Está previsto para às 16h40 que ele faça o seu primeiro pronunciamento da tribuna do Palácio do Planalto. Depois fará a solenidade de posse dos ministros ainda no Planalto e às 19h promoverá um jantar de recepção no Palácio do Itamaraty para os chefes de Estados e representações diplomáticas.

A população poderá assistir às duas posses. Porém, há restrições quanto a itens que poderão ser levados pelos espectadores. Na Esplanada dos Ministérios, um forte esquema de segurança inicia a partir das 0h, de domingo (30). Carros somente chegarão até a rodoviária. Não serão permitidos o acesso com bicicletas, skates e patins, por exemplo.

A lista de proibições também inclui guarda-chuva, objetos cortantes, máscaras, carrinhos de bebês, fogos de artifício, bebidas alcóolicas, garrafas, sprays, além de bolsas e mochilas.

Quatro linhas de revistas serão montadas a partir da Rodoviária do Plano Piloto, com fiscalização manual da Polícia Militar. Quanto mais próximo ao Congresso Nacional, mais rigoroso fica o controle. Detectores de metais também serão usados, aleatoriamente, ao longo do percurso. A população só poderá passar pelas barreiras com frutas e pacotes de biscoitos, preferencialmente em sacola transparente.

Mais de 2,6 mil policiais militares trabalharão na região da Esplanada. A Operação contará com ações conjuntas de órgãos federais e distritais, entre os quais Exército, Polícia Federal, Secretaria de Segurança Pública, as polícias militar e civil, o Corpo de Bombeiros e Detran.

Da Redação com informações da Agência Brasil

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

expressaobrasiliense

Read Previous

Rollemberg promove solenidade de entrega da Feira do Riacho Fundo II que não tem licença para funcionar

Read Next

População aguarda ansiosa a divulgação dos nomes dos Administradores Regionais do Governo Ibaneis

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.