• 19 de abril de 2021

GESTÃO DE SUCESSO | Distritais confirmam apoio a Rafael Prudente que é reeleito com 21 votos

Na manhã desta terça-feira (15), os deputados distritais escolheram os parlamentares que estarão à frente da mesa diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal para o biênio 2021/2022. O atual presidente da casa, deputado Rafael Prudente (MDB), teve o seu trabalho reconhecido e obteve 21 dos 24 votos possíveis e seguirá comandando os trabalhos do legislativo local.

Veja também

ELEIÇÃO NA CLDF | Com o apoio de 21 distritais, Rafael Prudente consolida sua reeleição

Rafael Prudente só não recebeu os votos dos deputados Reginaldo Veras (PDT) e Leandro Grass (Rede), que se candidataram aos cargos de presidente e vice-presidente, respectivamente, além do deputado Fábio Félix (PSol) que se absteve da votação declarando que tem um bom relacionamento com os dois distritais que concorreram a presidência.

Leia também  MAIS TRANSPARÊNCIA | Senado aprova projeto de Izalci que protege consumidor de cobrança abusiva de dívidas

Já para o cargo de vice-presidente, os distritais também reelegeram o deputado Delmasso (Republicanos). Junto com Rafael Prudente, Delmasso foi o responsável por conduzir o processo de modernização da CLDF.

Para a primeira-secretaria da Câmara Legislativa, o escolhido foi o deputado Iolando (PSC) tendo como suplente o deputado Jorge Vianna (Podemos). A segunda-secretaria ficou com o distrital Robério Negreiros (PSD) e a suplência com o Agaciel Maia (PL). Já a terceira-secretaria, passará para o deputado Reginaldo Sardinha (Avante) e o suplente será o distrital Hermeto (MDB), que foi escolhido para ser o corregedor da CLDF. A ouvidoria terá o deputado Fernando Fernandes (Pros) à frente dos trabalhos.

Leia também  CONSULTORIA ESPECIALIZADA | Sérgio Moro é contratado por escritório de advocacia que atende a Odebrecht

Da Redação

Foto: Reprodução Google Imagens

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

COM TRÊS BRASILEIROS | Revista francesa divulga seleção de todos os tempos

Read Next

AUMENTO PARA 2021 | Governo Bolsonaro encaminha salário mínimo de R$ 1088 para Congresso votar