• 24 de junho de 2022

ELEIÇÕES 2022 | Preferência do eleitor brasiliense por Ibaneis apontada em pesquisa confirma que ele faz um bom governo

Passados mais de 1,2 mil dias desde que se sentou pela primeira vez na cadeira de governador do DF, no dia 1º de janeiro de 2019, o emedebista Ibaneis Rocha tem reais chances de se tornar o segundo chefe do Executivo a ser reeleito na capital federal. Isso se deve ao trabalho que ele e sua equipe vêm realizando no GDF.

Faltando quatro meses e 12 dias para a eleição, que ocorrerá no dia 2 de outubro, a pesquisa divulgada pelo Instituto Ideia, encomendada pelo portal Metrópoles e registrada no TSE sob o número DF – 09593/2022, revela que Ibaneis Rocha é franco favorito e conta com a preferência do eleitor.

O emedebista possui uma larga vantagem sob o segundo colocado, o senador Reguffe, do União Brasil, que ainda não decidiu se vai concorrer novamente ao Senado, se vai bater chapa contra Ibaneis, ou se vai voltar a ser deputado federal ou distrital, ou, na pior das hipóteses, se vai pendurar as chuteiras.

Apesar de toda a pressão em cima de Reguffe para que ele se candidate ao GDF, o senador não revela qual cargo pretende concorrer neste ano.

O que se sabe é que Reguffe apenas vem se dedicando em visitar as cidades do DF prestando contas de seu mandato e que, pelo visto, não agradou, já que no levantamento feito pelo mesmo instituto para o Senado, o parlamentar aparece também em segundo lugar. Só que nessa pesquisa, Flávia Arruda, do PL, é quem está na liderança.

A sondagem feita pelo Ideia mostra que uma parcela considerável de eleitores brasilienses, cerca de 20%, ainda está indecisa diante dos pré-candidatos que lhes foram apresentados, mas, na reta final, boa parte desses indecisos devem optar pelo emedebista.

É importante atentar que além de Ibaneis, somente Reguffe e a deputada Flávia Arruda chegam a casa dos dois dígitos nas intenções de votos. Como Flávia não vai concorrer e apoia o emedebista, seus eleitores devem migrar para ele.

Já os votos que poderiam ser de Reguffe, caso ele não venha a concorrer, uma parcela de seus eleitores devem optar por algum dos pré-candidatos da esquerda e o restante devem escolher Ibaneis, já que o próprio senador diz que quem o acompanha vota em candidato que tem perfil de tendência política de centro.

Outro fator bastante relevante apontado pela pesquisa é que o eleitor brasiliense está demonstrando que reconhece o trabalho que Ibaneis está fazendo, afinal de contas, desde os tempos de Roriz que não se via tantas obras por aqui, e com um detalhe, sem denúncias de corrupção ou qualquer outra irregularidade.

Considerando que os outros possíveis concorrentes ao GDF não possuem condições políticas de forçar um segundo turno contra Ibaneis, já se avista no horizonte uma eventual vitória do emedebista ainda no primeiro turno.

O eleitor do DF, devido ao fato de respirar política 24 horas por dia justamente por viver no local onde partem a maioria das decisões do País, é bem politizado e sabe o que quer.

Com certeza, entre manter Ibaneis no cargo, que está fazendo uma gestão de resgate da cidade e de valorização dos servidores, e votar em representantes de grupos que já passaram pelo Buriti e nada fizeram, o povo vai ficar com o emedebista.

Os sinais dos eleitores brasilienses estão bem claros. O problema são os que defendem as velhas práticas da política e não gostam da forma simples e direta que Ibaneis atua no meio, já que ele não é afeito a bajulação e demonstra que não coaduna com falcatruas.

Os pseudo-analistas e falsos profetas e pais de santos que estão projetando a sua queda que se cuidem, pois as previsões apontam que lbaneis pode ser reeleito e se consolidar como a nova força política do DF, assim como foi Joaquim Domingos Roriz.

Foto: Reprodução/Google Imagens

José Fernando Vilela

É jornalista com especialização em Marketing Político e Eleitoral. É editor-chefe e colunista do Expressão Brasiliense. É o atual presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias. Já trabalhou em diversos órgãos governamentais como a SES/DF, Sec. de Habitação do DF, Codhab/DF, entre outros. Assessorou parlamentares na CLDF, Câmara dos Deputados, Senado, além de partidos políticos.

Read Previous

ELEIÇÕES 2022 | Ibaneis segue liderando intenções de votos para o GDF e pode vencer no 1º turno

Read Next

ELEIÇÕES EM GOIÁS | Gustavo Mendanha participa do 3º encontro regional que será realizado no Entorno no próximo sábado (21)