• 16 de setembro de 2021

COMBATE ÀS QUEIMADAS | Órgãos federais e distritais se unem para enfrentar incêndios no DF

Com o período de seca intensa no DF, as queimadas tendem a aumentar intensificando as ações de órgãos que atuam no combate aos incêndios.

Nesse sentido, órgãos federais e distritais trabalham em conjunto para vencer as queimadas e promovem ações preventivas nas regiões mais propícias a ter ocorrências desse tipo de situação.

Para evitar as queimadas, é necessário planejamento e ações preventivas. É o que propõe o Sistema de Comando de Incidentes (SCI), ferramenta usada no Distrito Federal para situações de emergência como essas. Trata-se de um manual de procedimentos que deve ser seguido pelas equipes.

Leia também  PSDB/DF Sustentabilidade leva consciência ambiental para a convenção do partido

“Usamos o SCI como um método para que todos os órgãos consigam se entender e trabalhar da melhor maneira possível”, explica o comandante do sistema de incidentes pelo Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Aníbal Jr.

“Conseguimos reduzir os recursos empregados e evitar que o trabalho de um não se sobreponha ao do outro. Com certeza, traz uma efetividade maior à operação”, complementa.

No feriado de 7 de Setembro, para se ter ideia, o Corpo de Bombeiros registrou 29 ocorrências de queimadas pelo cerrado.

Leia também  CT&I | “Dinheiro em ciência e tecnologia não é gasto, é investimento”, destaca Izalci

Já a Floresta Nacional de Brasília (Flona) ardeu em fogo na última semana, em um incêndio que atingiu cerca de 806 hectares, segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A floresta tem uma área total de 9 mil hectares.

No caso da Flona, onde trilhas de bicicletas e pequenos córregos são aproveitados pela população, os bombeiros e o Brasília Ambiental deslocaram seus homens para o combate ao fogo. O ICMBio, responsável por administrar a unidade de conservação, deu as coordenadas da atuação. E a operação acabou bem-sucedida, com o fogo totalmente debelado em 48 horas, seguindo as diretrizes propostas pelo SCI.

Leia também  CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL | Precisamos renovar as nossas fontes de energia elétrica

Operação na Flona

Um total de 122 brigadistas participaram da operação na floresta. “Produzimos um documento onde há os procedimentos a serem tomados por cada equipe. O objetivo é reduzir ao máximo os danos ao meio ambiente”, explica a chefe da Flona, a analista ambiental do ICMBio Larissa Diehl.

Da Redação com informações da Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

expressaobrasiliense

Read Previous

A PARTIR DE AMANHÃ (15) | Jovens de 14 e 15 anos começam a ser vacinados contra a Covid no DF

Read Next

DEPOIS DE REDIGIR NOTA | Michel Temer ri de imitação de Bolsonaro em encontro com empresários e políticos