• 23 de maio de 2022

ELEIÇÕES 2022 | PT-DF decide no fim de semana entre Magela ou Rosilene e legenda ainda pode ceder cabeça de chapa na disputa ao GDF

A direção nacional do PT já acionou o botão de start do cronômetro para que os ‘companheiros’ da capital federal tomem uma decisão final sobre quem será o pré-candidato  ou a pré-candidata do partido ao GDF. Os petistas tem até próximo domingo (15) para apresentar um nome à cúpula da sigla.

Para que seja uma decisão democrática (seguindo os preceitos petistas), o PT-DF vai reunir seus 300 delegados num encontro que ocorrerá na sexta (13) e sábado (14) e decidir no voto entre os dois pré-candidatos da legenda ao Palácio do Buriti: o ex-deputado Geraldo Magela e a sindicalista Rosilene Corrêa.

Segundo fontes do PT nacional, a direção do partido no DF não teve traquejo e habilidade para sentar com os dois postulantes e articular uma solução para o impasse. O racha interno vem se arrastando e prejudicando a sigla desde o ano passado.

Leia também  ENQUETE DO EB | Vacina contra a covid-19

Com isso, as outras legendas de esquerda aproveitaram a situação e posicionaram seus pré-candidatos no tabuleiro.

Como o partido está construindo uma aliança visando eleger o ex-presidente Lula para o Planalto, a união com outras siglas de esquerda é essencial para que o projeto possa seguir em frente. Se for preciso, o PT está disposto a abrir mão de concorrer nos governos estaduais como cabeça de chapa.

Ou seja, mesmo que o PT-DF decida entre Magela e Rosilene, a legenda ainda pode ceder o posto de cabeça de chapa para os outros pré-candidatos da aliança que hoje é integrada pelo partido, PSB, PV, PC do B, PSol e Rede, em busca de consolidar o apoio ao candidato petista ao Planalto.

Leia também  ELEIÇÕES 2022 | TSE e Telegram oficializam parceria para combater a desinformação e as fake news

O PT-DF além de pôr fim ao racha interno vai ter que convencer a ‘companheirada’ dos outros partidos que seu pré-candidato ou pré-candidata é melhor que o deles e já não tem mais tempo para ficar nessa masturbação ideológica do convencimento: de um lado, um ex-deputado e do outro, a professorinha. Já deu!

Se o diretório regional não conseguir aparar as arestas até sábado, segundo a fonte ligada aos dirigentes nacionais, já é dado como certo que os outros partidos terão preferência na indicação tendo em vista que o ex-presidente Lula já está em pré-campanha e precisa de um palanque em cada estado.

Leia também  ACHARAM O QUEIROZ | Ex-assessor de Flávio Bolsonaro é preso no interior de SP

Na semana vem, a aliança vai ter que, obrigatoriamente, anunciar quem é o escolhido ou a escolhida, independente de ser do PT ou não, pois na próxima vinda de Lula à Brasília, ele precisa de um pré-candidato ao GDF para ter um palanque na capital federal, não importa se vai ser petista ou não.

Foto: Reprodução/Instagram

José Fernando Vilela

É jornalista com especialização em Marketing Político e Eleitoral. É editor-chefe e colunista do Expressão Brasiliense. É o atual presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias. Já trabalhou em diversos órgãos governamentais como a SES/DF, Sec. de Habitação do DF, Codhab/DF, entre outros. Assessorou parlamentares na CLDF, Câmara dos Deputados, Senado, além de partidos políticos.

Read Previous

PESQUISA DO IPEA | Brasil tem 1,5 milhão de mototaxistas e entregadores de mercadorias

Read Next

FECOMÉRCIO PERTO DE VOCÊ | Projeto chega ao Paranoá no próximo sábado (14) com a aplicação de DIU em mulheres e outros serviços gratuitos