• 18 de junho de 2021

REUNIÃO G-20 | Bolsonaro baixa o tom e promete cumprir agenda ambiental

O presidente Jair Bolsonaro afirmou há pouco a chefes de Estado e de governo durante reunião de cúpula do grupo das 20 maiores economias do mundo (G-20) que o Brasil vai assumir novos e maiores compromissos nas áreas do desenvolvimento e da sustentabilidade.

Veja também

ENCONTRO VIRTUAL | Bolsonaro participa de reunião do G-20 que debaterá soluções para a crise gerada pela pandemia

“Ao mesmo tempo em que buscamos maior abertura econômica, estamos cientes de que os acordos comerciais sofrem cada vez mais influência da agenda ambiental”, afirmou ele durante o encontro que ocorre neste fim de semana virtualmente por causa da pandemia de coronavírus.

Leia também  LARANJA DE NOVO | Lula indica Haddad para candidato à presidência pelo PT em 2022

A discussão do G-20 sobre sustentabilidade ocorre no evento paralelo organizado pela presidência da Arábia Saudita “Salvaguardando o planeta: a abordagem CCE”, sigla em inglês para economia circular do carbono. O encontro é fechado à imprensa, mas sete líderes do grupo gravaram depoimentos sobre a área que já foram divulgados pelo G20.

“O Brasil é um país resiliente. Queremos um futuro de desenvolvimento sustentável e repleto de oportunidades para a nossa população”, disse Bolsonaro. Ele afirmou que seu governo tem promovido a abertura da economia, com vistas a uma maior integração do Brasil aos fluxos de comércio e investimento mundiais. Para o presidente, são demonstrações do empenho os acordos comerciais negociados pelo Mercosul com a União Europeia e a Associação Europeia de Livre Comércio, a EFTA.

Leia também  NOVAS REGRAS | Ibaneis amplia horário de funcionamento do comércio e circulação de pessoas nas ruas a partir desta segunda (3)

Bolsonaro também mencionou o início das tratativas com a Coreia do Sul e com o Canadá e os acordos firmados entre o Brasil e Estados Unidos sobre facilitação do comércio, boas práticas regulatórias e combate à corrupção. “Estamos construindo um País aberto para o mundo, disposto, não apenas a buscar novos acordos comerciais, mas também a assumir novos e maiores compromissos nas áreas do desenvolvimento e da sustentabilidade”.

Leia também  Decisão de Toffoli sobre Coaf paralisa investigações sobre PCC

(Agência Estadão Conteúdo)

Foto: Reprodução/Twitter

expressaobrasiliense

Read Previous

DINHEIRO PÚBLICO PELO RALO | Ministério da Saúde vai descartar 6,8 milhões de testes de covid que perderam a validade

Read Next

AINDA SEM LUZ | Governo reconhece estado de calamidade pública