• 24 de fevereiro de 2024

ELEIÇÕES 2022 | PO libera recursos do PSD só para André Kubitscheck e Virgílio Neto e demais candidatos a federal avaliam renúncia em massa

Os candidatos a deputado federal do PSD não gostaram de tomar conhecimento por meio da plataforma de prestação de contas da Justiça Eleitoral que apenas seus colegas André Kubitschek e Virgílio Neto, que concorrem ao mesmo cargo, receberam repasse do partido para arcarem com os custos de suas campanhas para a Câmara dos Deputados.

De acordo com o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), DivulgaCand, o PSD do DF, que é presidido pelo empresário e candidato da legenda ao GDF, Paulo Octávio, recebeu R$ 8 milhões. Desse montante, R$ 250 mil foram repassados para André, que é filho de PO, e R$ 500 mil para Virgílio Neto, que por ventura é vice-presidente da sigla. 

Veja abaixo a tela do site do TSE com informações que confirmam a existência do recurso para o PSD-DF e os repasses para os candidatos:

Projeto familiar 

O Expressão Brasiliense procurou alguns candidatos do PSD-DF que vão concorrer a deputado federal. Há relatos de que PO não está atendendo mais as ligações dos candidatos. 

“Ele está mais preocupado em eleger o filho dele do que cumprir com o compromisso assumido de nos dar total apoio e condições iguais de disputa. Isso é desleal”, reclamou um candidato que pediu anonimato com medo de retaliações. 

Esse mesmo postulante a federal afirma que a candidatura de Paulo Octávio ao GDF não passa de fachada. “A campanha dele já estava completamente voltada a ajudar o seu filho. Com os pedidos de impugnação de sua candidatura ao GDF, ele aproveitou e sumiu. Não adianta nem ligar para ele. Estamos sendo usados. Ele podia correr logo para os braços do Ibaneis”, cutucou o candidato. 

Já uma das três candidatas, que também concorre a federal, aceitou falar com o Expressão Brasiliense e confirmou os relatos feitos pelo colega. Segundo uma delas, nenhum outro candidato a não ser os dois já citados nesta matéria recebeu recurso do partido. 

“Realmente, temos procurado entrar em contato com a direção do nosso partido e não estamos tendo êxito. Esses recursos já eram para estar à disposição de todos e em partes iguais conforme foi combinado”, lamenta a postulante. 

A candidata ainda destaca que ficou desapontada com o PSD ao ver o convite de um evento voltado para o público feminino com a foto de PO e André Kubitschek. 

Renúncia em massa 

Diante das ações e atitudes do presidente do PSD-DF, a maioria dos candidatos estão conversando entre si e avaliando a possibilidade de renúncia em massa.

“Se não temos as mesmas condições de disputas, o que estamos fazendo aqui então?”, indaga um dos candidatos. 

O Expressão Brasiliense entrou em contato com o presidente do PSD-DF e até o momento não obteve respostas. O espaço está aberto a manifestações. 

Foto: Reprodução/Instagram

José Fernando Vilela

José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral e trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado), partidos políticos, parlamentares e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do portal Expressão Brasiliense. É presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias - desde 2021.

Read Previous

ELEIÇÕES 2022 | Líderes religiosos reafirmam apoio à reeleição de Ibaneis Rocha

Read Next

ELEIÇÕES 2022 | Ibaneis diz que vai criar o Instituto de Terras na estrutura do GDF para avançar com a regularização de áreas rurais