• 23 de março de 2019

Bolsonaro embarca para participar na Suíça do Fórum Econômico Mundial

O presidente, Jair Bolsonaro, assina medida provisória que estabelece medidas para combater fraudes em benefícios pagos pela Previdência Social.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) embarcou na noite deste domingo (20), na Base Aérea de Brasília, em direção a Davos (Suíça), onde participará nesta semana do Fórum Econômico Mundial. Bolsonaro terá uma agenda voltada para a defesa da abertura econômica, do combate à corrupção e do compromisso com a democracia

A previsão é que Bolsonaro chegue a Zurique, capital suíça, na tarde desta segunda (21). Conforme a agenda oficial, o presidente fará uma escala em Las Palmas (Espanha).

Antes de embarcar, Bolsonaro recebeu neste domingo no Palácio da Alvorada (residência oficial) os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Santos Cruz (Secretaria de Governo, além do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ).

Durante o período em que Bolsonaro estiver no exterior, o vice-presidente, Hamilton Mourão, assume a Presidência.

A viagem a Davos é a primeira internacional de Bolsonaro desde 1º de janeiro, quando ele tomou posse. O presidente pode discursar na terça-feira (22), num painel sobre a crise na Venezuela, e tem até 45 minutos reservados para falar na sessão plenária do fórum às 11h30 de quarta-feira (23), no horário local, 8h30 em Brasília. Bolsonaro também pode discursar no painel O Futuro do Brasil, marcado para logo após a sessão plenária.

Na estreia de Bolsonaro no exterior, o governo pretende vender a empresários e a políticos a imagem de que a economia brasileira está modernizando-se, com abertura comercial, segurança jurídica para os investidores externos e reformas estruturais. Segundo o governo, no fórum, os representantes brasileiros tentarão destacar a importância da reforma da Previdência Social para as contas públicas.

Buscarão, também, ampliar a participação das exportações no Produto Interno Bruto (PIB), tentando mostrar que o Brasil tem ambiente favorável aos negócios.

Matéria adaptada com informações da Agência Brasil e portal G1

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

expressaobrasiliense

Read Previous

Repercussão do caso de Flávio Bolsonaro pode entrar nas negociações do comando do Senado e Câmara

Read Next

WhatsApp limita reenvios de mensagens a 5 destinatários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

gtag('js', new Date()); gtag('config', 'UA-136505599-1');