• 23 de julho de 2019

Vem aí o HappyIn, completando o seu happy hour!

Reza a lenda que Brasília por não ter praia é a cidade brasileira onde mais se tem bares e restaurantes por metro quadrado. Pensando nisso, dois visionários do mundo dos negócios idealizaram o HappyIn, um aplicativo que tem como principal objetivo facilitar o atendimento dos frequentadores e apaixonados por esses locais.

No último sábado (18), o Expressão Brasiliense participou do teste com usuários promovido pelos criadores do HappyIn. A proposta do aplicativo é que ao chegar no estabelecimento o frequentador seja orientado a baixa-lo e, a partir daí, passe a interagir com o garçom para realizar seus pedidos. Na atual era moderna da informática, o app tem tudo para se tornar um sucesso e cair no gosto de quem gosta de resolver tudo pelo celular, smartphone ou tablet.

O HappyIn apresenta um design moderno e atrativo. Ao iniciar a navegação no HappyIn, o usuário se depara com um mapa de Brasília com os nomes dos principais bares e restaurantes e que já indica se há um amigo em um deles. Quando entra no perfil do estabelecimento, a pessoa tem acesso ao cardápio do estabelecimento com a lista de todos os produtos. A ideia é que não seja necessário ficar esperando o garçom passar na mesa para deixar o cardápio como é de costume. Escolhido o que vai consumir, basta clicar no ícone da bandeja do garçom que dentro instantes ele aparece.

HappyinOutra funcionalidade do HappyIn é a interação entre os frequentadores do local. Denominado como mural e amigos, a função mostra quem está no estabelecimento e permite que seja enviado uma mensagem sem a necessidade de entrar em outro app. Nesse quesito, o usuário tem a opção de marcar se tem interesse em falar de negócios, paquera ou está em busca de novas amizades a fim de evitar aborrecimentos.

No perfil de cada estabelecimento será possível encontrar informações básicas como horário de funcionamento, contato e o site do local. Outro mecanismo que consta no perfil do local é a opção de poder enviar a localização para outra pessoa.

Já no menu principal do HappyIn, o usuário encontra a lista dos estabelecimentos, a lista dos amigos feitos pelo aplicativo e os do facebook que estão cadastrados nele. Outros itens disponíveis, são as mensagens já enviadas e recebidas, e as configurações dos tipos de assunto que o usuário quer interagir com outra pessoa.

0ec65031-1c50-4315-be9f-c8d7116e6760

Entre os participantes do teste do HappyIn, Daniel Aguiar ressaltou que a ideia é sensacional. Ele ainda sugeriu que os desenvolvedores do aplicativo “criem emoticons próprios”. Já Ricardo Landim destacou que o aplicativo estava muito bom.

Para o garçom, Wellington da Silva, que testou a versão do HappyIn para quem faz o atendimento de mesa, o aplicativo vai se tornar a sensação dos estabelecimentos. “A experiência foi muito boa. Não tive nenhuma dificuldade. Tenho total convicção que o HappyIn vai ser sensação em bares e restaurantes de Brasília e do Brasil”, enfatizou Wellington.

Segundo Lissandro Landim, um dos criadores do HappyIn, esse teste realizado serviu para colher a opinião de usuários e também promover um momento de realidade para eles. “Hoje nós tivemos o cuidado de convidar pessoas das mais variadas escolaridades e com níveis diferenciado de conhecimento em uso de aplicativos. Fizemos o nosso primeiro teste de fogo. Acredito que logo, logo estaremos com o HappyIn no mercado” afirmou Lissandro.

A sensação que tivemos durante o teste é que as pessoas ficam mais à vontade sabendo que basta um clique para chamar o garçom e ter acesso ao cardápio de forma prática e usual. As pessoas aproveitaram mais o tempo em que estiveram juntas e saíram satisfeitas com os resultados e impressões deixadas pelo HappyIn.

Por José Fernando Vilela

Fotos: Alan Amarante

expressaobrasiliense

Read Previous

Fraga confidencia que vai votar em Bolsonaro, mas terá que pedir voto para Alckmin

Read Next

Ciente da sua dívida com servidores do GDF, Rollemberg falta a debate com sindicatos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.