• 21 de junho de 2021

PESSOAS COM 58 ANOS | Vacinação contra Covid-19 começa na terça (8); Agendamento já está liberado

A Secretaria de Saúde baixou novamente a faixa etária de vacinação contra a covid-19. Começa nesta terça-feira (8) a imunização de pessoas com 58 anos sem comorbidade.

Veja também

VACINAÇÃO NO DF | Agendamento para pessoas com 59 anos começa nesta sexta (4)

O agendamento para este público está aberto desde 17h no site da Saúde.

GDF pretende reduzir, pelo menos, um ano da idade do público-alvo por semana, explica o secretário de Saúde, Osnei Okumoto | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Segundo a Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), o Distrito Federal tem 28.991 mil pessoas nesta faixa etária sendo que 8.491 delas já receberam a vacina porque faziam parte de outro grupo prioritário.

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (7) no Palácio do Buriti, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, e o de Saúde, Osnei Okumoto, garantiram que há doses suficientes para todo o público-alvo.

Segundo os gestores, a mudança na faixa etária foi possível graças ao remanejamento de doses remanescentes de grupos prioritários contemplados anteriormente e que, por algum motivo, não buscaram a vacinação.

Leia também  NOTÍCIA BOA | DF tem a primeira paciente curada do novo coronavírus Covid-19

“Toda vez que a secretaria puder antecipar a vacinação ou o agendamento, a gente vai fazer para poder estender a vacinação para toda a população”, ressaltou Osnei Okumoto.

Das 27.491 pessoas com 59 anos do DF, 7 mil delas já foram vacinadas por fazerem parte de outro grupo prioritário e 10.375 fizeram o agendamento, ou seja 50% do público-alvo

Segundo ele, o processo tende a ser mais dinâmico a partir deste mês de junho e o GDF pretende reduzir pelo menos um ano da idade do público-alvo por semana.

Das 27.491 pessoas com 59 anos do DF, 7 mil delas já foram vacinadas por fazerem parte de outro grupo prioritário e 10.375 fizeram o agendamento, ou seja 50% do público alvo.

“Essas doses não vão ficar aguardando, vão entrar no fluxo para que possa ter maior dinamismo na vacinação, determinação do governador Ibaneis Rocha”, disse o secretário da Casa Civil.

Leia também  A PARTIR DA PRÓXIMA TERÇA (1º) | Começa a fiscalização para veículos com placas final 6, 7 e 8

Novas doses

Ainda nesta segunda-feira (7), o GDF vai receber mais 30.420 doses da vacina contra a covid-19, todas elas destinadas para a primeira aplicação.

A maior parte delas, 18.069, será destinada para pessoas com comorbidade, gestantes e puérperas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente; 8,3 mil para profissionais de educação do ensino básico; 1.457 para as forças de segurança, salvamento e forças armadas; 320 para trabalhadores do transporte aéreo e 10% para reserva técnica.

Osnei Okumoto explicou que o agendamento, inclusive das pessoas vacinadas por idade, é importante para o controle das doses aplicadas e que, pessoas que tiverem dificuldade de lidar com a internet podem comparecer a uma unidade básica de saúde para ser auxiliado pelos funcionários.

Segurança e professores

Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento devem procurar a vacinação no ponto da Praça dos Cristais, mediante lista nominal produzida pela Secretaria de Segurança Pública.

Leia também  Bombeira do DF que foi atingida por árvore será sepultada nesta segunda-feira (16)

Ao longo desta semana, os professores da Educação Básica continuam sendo vacinados nas UBSs da Região Central – tal qual na semana passada.

A partir da próxima semana, este público deve buscar o ponto de vacinação da Praça dos Cristais.

O secretário da Casa Civil ressaltou que 40% dos rodoviários não se imunizaram no fim de semana. Gustavo Rocha lembrou que a categoria fez pressão pela vacinação

Transporte

Já os funcionários do sistema de transporte aeroportuário devem ser vacinados na UBS nº 3 do Guará, também mediante lista nominal produzida pela Inframerica.

Gustavo Rocha ressaltou que 40% dos rodoviários indicados para receberem uma das 4 mil doses reservadas para a categoria não compareceram aos postos de vacinação neste fim de semana.

“Eles vinham numa demanda muito forte para serem vacinados, inclusive com paralisações. Quem fez a lista foi o próprio sindicato dos empregados. A Secretaria de Saúde devolveu a lista para o sindicato procurar saber o que aconteceu”, disse.

(Agência Saúde DF)

Foto: Divulgação/Ag. Brasil

expressaobrasiliense

Read Previous

ELEIÇÕES 2022 | Tem mais gente de olho na vaga de vice de Ibaneis para 2022

Read Next

MAIS DOIS MESES | Governo Bolsonaro planeja estender o auxílio emergencial