• 20 de abril de 2021

COMBATE À COVID NO DF | Hospitais de campanha seguem com obras em ritmo acelerado

A construção dos hospitais de campanha está a cargo da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). As obras dos três novos hospitais seguem em ritmo acelerado e completaram nove dias desde seu início. Mesmo com o feriado da Semana Santa, os trabalhos prosseguem sem interrupções. A conclusão está prevista para os próximos 11 dias.

Veja também

PRIMEIRA FASE | Mais de 2 mil profissionais da segurança serão imunizados contra a Covid-19

A obra que está em estágio mais avançado é a de Ceilândia, localizada na Escola Parque Anísio Teixeira. Por lá, os serviços atingiram 50% do total a ser construído. A estrutura montada no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Plano Piloto, e a do Bezerrão, no Gama, estão com 45% cada, de acordo com o boletim atualizado no último domingo (4).

Leia também  Após aprovação no Conplan, GDF prepara projeto de criação da RA de Arniqueira

“É muito gratificante fazer parte dessa missão que é salvar vidas. Estamos trabalhando, diariamente, para que as obras sejam entregues com a maior celeridade possível”, afirma o presidente da Novacap, Fernando Leite.

Em todas as três unidades a cobertura está completa. As partes de estrutura metálica, piso elevado e instalações hidráulicas e hidrossanitárias também avançaram ao longo da semana.

Na unidade de Ceilândia, além da cobertura, também foram finalizados o piso elevado e a estrutura metálica. O hospital está sendo construído pela empresa DMDL Montagens de Stands Ltda, vencedora do pregão com o valor de R$ 6.597.500.

No Autódromo Nelson Piquet há 67 profissionais atuando de forma ininterrupta. Eles concluíram a cobertura, as estruturas metálicas e os portões para veículos e ambulâncias. Esta estrutura também está sendo construída pela DMDL Montagens de Stands Ltda, que após licitação, foi contratada pelo mesmo valor das instalações em Ceilândia.

Leia também  ALTA NOS CASOS DE COVID | GDF decide declarar estado de calamidade pública na saúde

No estádio do Bezerrão, no Gama, a cobertura e as estruturas metálicas e elétricas foram concluídas. Neste hospital, os 44 trabalhadores se debruçam nas instalações hidráulicas. A unidade é feita pela Paleta Engenharia e Construções Ltda, que venceu pregão eletrônico e foi contratada ao custo de R$ 6.875.000.

GESTÃO DOS HOSPITAIS

A dispensa de licitação para contratação emergencial de empresa que vai gerir os três novos hospitais de campanha para atender pacientes com Covid-19 continua aberta até às 18h da próxima quinta-feira (8). As empresas interessadas devem enviar propostas para o e-mail dispensadelicitacao.[email protected].

Leia também  ANULOU DECISÃO DE MAIA | Arthur Lira adiou escolha da mesa diretora para esta terça (2)

O contrato terá duração de 180 dias e a contratada deverá oferecer serviços de gestão integrada de leitos hospitalares, com suporte ventilatório pulmonar e terapia renal substitutiva beira-leito.

A empresa contratada deverá fornecer manutenção e insumos necessários ao funcionamento dos equipamentos (incluindo computadores e impressoras) e atendimento dos pacientes (medicamentos, materiais médico-hospitalares, gases medicinais e esterilização de equipamentos e materiais, além de alimentação, nutrição enteral e parenteral).

Deverão ser ofertadas 18 mil diárias de internações por cada hospital de campanha. São três unidades que já estão sendo montadas: uma no Estádio Bezerrão, no Gama; outra no Autódromo de Brasília; e o terceiro em Ceilândia. Cada hospital terá cem leitos.

(Agência Saúde DF)

Foto: Geovana Albuquerque/Ag. Saúde DF

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

O FINO DA POLÍTICA | Flávia Arruda promove reaproximação entre Bolsonaro e Ibaneis e mostra força para 2022

Read Next

EFEITOS DA PANDEMIA | Custeio da máquina pública cresceu 16% em 2020