Cinco escolas da rede pública decidem se querem a gestão compartilhada com militares

Estudantes, pais, responsáveis, professores e demais servidores de cinco escolas da rede pública vão decidir por meio do voto, neste sábado (17), se vão querem implantar o modelo de ensino com gestão compartilhada com militares do DF. As escolas estão situadas na Asa Norte, Itapoã, Núcleo Bandeirante, Samambaia e Taguatinga. O modelo implantado pelo GDF já vem obtendo resultados favoráveis e que vem agradando às comunidade onde já estão funcionando. A meta da Secretaria de Educação do DF é chegar a 40 unidades escolares com esse tipo de gestão, apesar do governador Ibaneis Rocha (MDB) querer que cheguem a 200 escolas.

Para valorizar ainda mais o processo democrático que envolve o projeto, os estudantes das cinco instituições poderão utilizar o cartão passe livre estudantil neste sábado para participar das votações.

O projeto é destinado a estudantes do 6º ao 9º anos dos ensinos Fundamental e Médio. Mais de 6 mil alunos serão beneficiados nesta segunda etapa de implementação da Gestão Compartilhada com a SSP – que, desde o primeiro semestre, já atende 7 mil estudantes do CED 03, de Sobradinho; CED 308, do Recanto das Emas; CED 01, da Estrutural; e CED 07, de Ceilândia.

O critério de escolha das escolas tem como parâmetro o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), assim como ocorrências criminais nas regiões onde as instituições de ensino estão localizadas.

A expectativa é de que dez escolas do Distrito Federal possam aderir, por ano, ao modelo que envolve a parceria. A intenção é que as parcerias se estendam para além da Secretaria de Segurança Pública, envolvendo outros órgãos do governo como as Secretarias de Cultura, Esporte e embaixadas.

Saiba como votar

Podem participar estudantes maiores de 13 anos e com frequência escolar acima de 50%, pais, mães e responsáveis, professores efetivos e temporários e servidores da carreira de Assistência à Educação das unidades envolvidas. Para isso, devem apresentar documento de identidade com foto.

Horários

No Gisno, CED 01 do Itapoã, CEF 407 de Samambaia e no CEF 19 de Taguatinga a votação começa às 8h e vai até às 21h. No CEF 01 do Núcleo Bandeirante o horário será das 8h às 18h.

O que muda?

A parte pedagógica fica por conta dos professores, diretores e orientadores. Já segurança, incluindo a entrada e saída dos estudantes, fica a cargo da Polícia Militar. PMs também trabalham no dia a dia dos alunos com conceitos de ética e cidadania. No contraturno, eles promovem atividades esportivas e musicais.

Conheça as escolas

CEF 407 de Samambaia

Tem a missão de desenvolver um trabalho colaborativo com escuta constante dos envolvidos no processo ensino aprendizagem. Além disso, a unidade busca uma educação que prepare os 961 alunos de anos finais do Fundamental para conviver na sociedade de forma harmoniosa. O CEF 407 funciona desde 1989 e foi criado para atender à comunidade de Samambaia que, à época, encontrava-se em ampla expansão populacional.

Gisno

Criado em 1971, o CED Gisno (foto abaixo) atende estudantes do Fundamental (anos finais) e Médio, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no período noturno (que não é abrangida pelo Gestão Compartilhada). Localizada na 907 Norte, a unidade, nos últimos anos, passou a receber estudantes de áreas distantes do Plano Piloto. Por isso, não possui uma comunidade escolar definida. A escola conta atualmente com 270 alunos de anos finais do Fundamental e 614 do Médio.

CED 01 do Itapoã

Era o antigo Centro de Ensino Fundamental 05 do Paranoá – que, este ano, ganhou um prédio novo e pôde receber mais estudantes. Hoje, a escola conta com 568 alunos dos anos finais do Fundamental e outros 552 do Médio. Após as mudanças na unidade, realizadas em 2019, a direção agora trabalha para construir a nova identidade da unidade, sempre envolvendo estudantes e comunidade escolar, para que haja o sentimento de pertencimento à escola.

CEF 19 de Taguatinga

Com 658 estudantes das séries finais do Fundamental, o Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga ganhou a tipologia em 2013, após a transformação da Escola Classe 40, a fim de atender a demanda da comunidade local. A unidade foi criada para os moradores do setor QNL. O CEF 19 tem uma área de 6 mil m², sendo quase 4 mil m² de área construída. São 15 salas de aula, além de sala de leitura, laboratório de informática, cantina, entre outros espaços comuns.

CEF 01 do Núcleo Bandeirante

Localizado na Avenida Contorno, no Núcleo Bandeirante, o Centro de Ensino Fundamental 01 atende 931 estudantes dos anos finais do Fundamental. A unidade foi criada em 1977. A comunidade escolar conhece a escola pelo apelido de Sapão, pois o prédio foi construído em um terreno bastante úmido, considerado como um brejo, em que havia muitos sapos. O CEF 01 é caracterizado por ser uma escola de qualidade na região, que prima pela organização do ambiente, pela qualidade das aulas e pela preocupação constante em demonstrar a importância dos valores humanos no cotidiano do aluno.

Com informações da Agência Brasília

expressaobrasiliense

Read Previous

Bolsonaro diz que Brasil vai vencer a crise mundial

Read Next

Os bastidores da política em Brasília

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.