• 23 de julho de 2024

SESC + TRADIÇÕES | Show da banda Rastapé neste fim de semana encerra programação dos festejos juninos promovidos pelo Sesc-DF

Neste final de semana os brasilienses já têm onde encontrar muita música, comida típica e diversão. O Sesc Tradições Juninas marcará presença no Guará na sexta-feira (7/7) e no sábado (8/7) para finalizar o circuito de festa com chave de ouro.

As atrações prometem fazer todo mundo dançar com as quadrilhas e ao som da banda de forró Rastapé. O grupo paraibano, que foi criado em 1999, se apresentará no dia 8 de julho e vai animar o público com os hits Beijo Roubado, Namoro, Um Anjo do Céu e outros.

Para aproveitar a festa é só aparecer na unidade do Sesc-DF no Guará com 1kg de alimento não perecível e garantir a entrada. O evento acontece das 18h às 22h.

Além de fortalecer a cultura brasileira, o Sesc Tradições Juninas possui um impacto de grande importância na vida de muitas famílias do DF que irão receber os alimentos doados por meio da parceria com o Programa Mesa Brasil. Mais informações acesse https://saibamais.sescdf.com.br/sesc-tradicoes-juninas-2023.

Confira a programação completa abaixo:

Sexta-feira, 07 de julho

Local: Sesc Guará
Endereço: QE 04 Área Especial, Guará I
Atrações: -DJ, Felipe Rodrigues e Banda; -Quadrilha do GMV; -Quadrilha Sanfona Lascada.

Sábado, 08 de julho 

Local: Sesc Guará Endereço: QE 04 Área Especial, Guará I
Atrações: -DJ (Anderson Grilo); -Quadrilha Êta Lasquêra. -Banda Rastapé.

(Sesc-DF)

Foto: Felipe Menezes/Sesc-DF

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

MOBILIDADE URBANA | GDF vai dar prosseguimento a licitação da concessão da gestão da Rodoviária do Plano Piloto

Read Next

FACA NA GOELA DO LULA | Lira usa reforma tributária e arcabouço fiscal para pressionar governo petista que libera mais de R$ 7 bilhões em emendas parlamentares e ‘emendas pix’