• 26 de junho de 2019

Mais um macaco encontrado morto no DF

Sagui – Flona Açu (Nelson Yoneda)

Vigilância Ambiental do DF encaminhou animal para a UnB para identificar se a causa da morte tem a ver com o vírus da febre amarela.

Na última sexta-feira (26/01), foi encontrado um macaco morto nas proximidades do Jardins Mangueiral, em São Sebastião. A Secretaria de Saúde, por meio de nota, informou que fiscais da Vigilância Ambiental recolheram o animal e o encaminharam ao laboratório da Universidade de Brasília (UnB) para que seja feita análise se houve contaminação pelo vírus da febre amarela. O prazo para divulgação dos resultados deverá sair no prazo de 10 a 30 dias.

Neste ano já foram encontrados sete macacos mortos no DF e dois no Entorno. Todos esses casos estão sob investigação. De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, 12 suspeitas de contaminação por febre amarela em humanos também estão sendo investigadas.

Em todo o estado de Goiás, até sexta-feira, havia 29 casos em investigação por suposta relação com a doença. O número inclui três macacos achados mortos em Santo Antônio do Descoberto, em Valparaíso e no Novo Gama. As três cidades fazem divisa com o DF, mas apenas os dois últimos casos foram enviados para análise na capital.

Em caso de morte de macacos, a população do DF deve informar à Vigilância Ambiental pelo número 99269-3673. Nas cidades do Entorno, o cidadão deve acionar a Secretaria de Saúde do município. Especialistas recomendam que o animal não seja manipulado ou retirado do local.

Da Redação com informações do site G1/DF

Foto: Google Imagens

expressaobrasiliense

Read Previous

O que faz Rollemberg acreditar que pode se reeleger?

Read Next

Área do lixão da Estrutural passa a receber resíduos da construção civil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.