Justiça do Trabalho determina que metroviários encerrem a greve a partir da 0h de quinta-feira (18)

Depois de 76 dias, enfim, a greve dos metroviários parece que está prestes a terminar. O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10ª Região) determinou, nesta terça-feira (16), que a categoria acabe com a greve, apesar de ter declarado que a paralização não era abusiva. Os magistrados decidiram que os empregados do Metrô/DF devem voltar as atividades normais a partir da 0h de quinta-feira (18).

A 1ª Seção Especializada da Corte decidiu ainda sobre o dissídio coletivo da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF). Caso os metroviários prossigam com a paralização, a greve será considerada ilegal.

Publicidade

O Sindicato dos Metroviários (Sindmetrô) aguardava o julgamento do dissídio coletivo para definir os próximos passos. Os dirigentes convocaram nova assembleia para esta quarta-feira (17/07/2019) a fim de debater os pontos da sentença proferida.

Os magistrados também determinaram que não sejam descontados os dias não trabalhados de quem aderiu ao movimento grevista.

Com informações do Metrópoles

expressaobrasiliense

Read Previous

Ibaneis exonera 22 servidores da Saúde por suspeitas de fraude em licitação

Read Next

Falta de pessoal nas carreiras de ciência e tecnologia será tema de debate no Senado

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.