• 23 de julho de 2024

O FINO DA POLÍTICA | Pensando no GDF em 2026, adversários já atiram na leoa nos bastidores

Pensando no GDF em 2026, adversários já atiram na leoa nos bastidores

Foto: Reprodução/Google Imagens

Depois que o governador do DF, Ibaneis Rocha, do MDB, declarou que quer ver a sua vice, Celina Leão, do PP, dando continuidade ao seu trabalho no Palácio do Buriti a partir de 2026, ano em que ocorrem as eleições gerais, a leoa passou a ser alvo de seus adversários nos bastidores. Apesar de ainda faltar um bom tempo até o pleito eleitoral, aliados dos pretensos candidatos ao GDF começaram a destilar veneno contra Celina. O pessoal tem jogado baixo e tem inventado cada coisa que até quem está contando a mentira não acredita na fake news. A turma que quer assumir o comando do GDF a partir de 2027 vai insistir nessa tática de fritar a leoa até a próxima disputa eleitoral. 

Centrão se impõe e Lula cede 

Foto: Reprodução/Google Imagens

Acostumados a estar sempre no poder, parlamentares de partidos do Centrão, que tem o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, do PP-AL, como principal líder, têm buscado impor seus desejos e interesses ao governo Lula. No decorrer da semana passada, o presidente Lula, do PT, anunciou a troca de comando no Ministério do Turismo. O petista atendeu a solicitação do União Brasil, legenda que conta com 59 deputados e oito senadores, entre eles o ex-juiz Sérgio Moro, e colocou o deputado Celso Sabino, do PA, no lugar de Daniela do Waguinho, que deixou a legenda rumo ao Republicanos. No entanto, Lula já sinalizou que não vai atender a todos os pedidos do Centrão, que está de olho nos Ministérios da Saúde, do Esporte e do Desenvolvimento Social. O petista mandou avisar que essas são pastas que são de sua cota pessoal. Como quem está de olho é o Centrão, vamos ver até quando o petista vai segurar essa pressão.

Lira vazou para curtir Safadão

Foto: Reprodução/Google Imagens

Os vídeos e as imagens que circularam nas redes sociais durante a semana em que o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, do PP-AL, aparece viajando a bordo de um cruzeiro do cantor Wesley Safadão causou um ti-ti-ti danado no meio político. Os mais próximos de Lira refutaram a divulgação das imagens. Os invejosos criticaram a postura do presidente. E os opositores colocaram lenha na fogueira. O que mudou nas nossas vidas? Nada, pois vamos continuar pagando essa conta. E na do Arthur Lira? Menos ainda. E para o governo Lula? Depende. A falta de aprovação do PLP do arcabouço fiscal modificado pelo Senado, uma das prioridades do Executivo, ficou para agosto. 

Reajuste das forças de segurança vence mais uma etapa 

Foto: Divulgação/Ag. Câmara de Notícias

Conforme divulgamos na edição anterior da coluna O Fino da Política, o Congresso Nacional aprovou, na quarta-feira (12), o PLN do reajuste salarial das forças de segurança pública do DF. A recomposição salarial é aguardada há muitos anos pelos policiais civis, PMs e bombeiros da capital federal e era uma promessa do governador Ibaneis Rocha desde o seu primeiro mandato, mas só o governo Lula atendeu a sua solicitação. Na proposta original encaminhada pelo GDF, o aumento de 18% deveria ser pago numa única parcela. Já o PLN que foi negociado com o governo Lula e aprovado pelos congressistas estipula que o pagamento será realizado em duas parcelas:  a primeira, em julho deste ano e a segunda em janeiro de 2024.

Bem articulado no Republicanos, Gilvan Maximo ficou com a relatoria

 

Foto: Reprodução/Google Imagens

Novato no Congresso Nacional, o deputado Gilvan Maximo, do Republicanos, foi indicado pelo seu partido, o Republicanos para ser o relator do PLN do reajuste salarial das forças de segurança pública do DF. Em seu parecer, Gilvan exaltou o trabalho realizado pela Polícia Civil (PCDF), Polícia Militar (PMDF) e Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF). Inicialmente, a relatoria estava prevista para ficar com o deputado Odair Cunha, do PT-SP, mas Gilvan Maximo mostrou força, se movimentou nos bastidores e assumiu a função. O ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, demonstra que já está se familiarizando com a Câmara dos Deputados e está ocupando espaço. 

Daniel Donizet vai ter que se explicar

Um dos assuntos mais comentados nos últimos dias no meio político brasiliense é o caso de violência sexual envolvendo o deputado distrital, Daniel Donizet, do PL, um de seus assessores e três garotas de programas. De acordo com a denúncia feita por uma das profissionais do sexo, o auxiliar do parlamentar agrediu uma delas num motel na presença do distrital. O episódio está repercutindo no noticiário desde quinta (13). A atual legislatura da Câmara Legislativa do DF (CLDF) possui quatro deputadas. A Procuradora Especial da Mulher da CLDF, a deputada doutora Jane, quer ter acesso às investigações da PCDF para avaliar a situação. O caso se tornou o assunto das férias parlamentares de julho. Nos corredores da CLDF tem gente especulando que o distrital está na corda bamba e suscetível a uma cassação. Tudo vai depender das provas. A primeira semana do retorno dos trabalhos da CLDF em agosto vai sinalizar se os distritais vão querer explicações oficiais ou informais de Daniel Donizet. Em nota divulgada, o parlamentar informou que não se encontrava no local.

MDB não vai mais ingressar na  federação PSDB-Cidadania

Foto: Reprodução/Google Imagens

O possível ingresso do MDB na federação PSDB-Cidadania não passou de cortina de fumaça. Os emedebistas miravam aumentar a bancada de parlamentares no Congresso Nacional. Já para a federação PSDB-Cidadania, a união com o MDB seria a salvação da lavoura considerando que o desempenho nas últimas eleições foi bem vergonhoso. Como a legislação não prevê o ingresso de outro partido no decorrer dos quatro anos obrigatórios da ‘coligação camuflada’, a aliança não prosperou. 

Movimento habitacional comemora retorno do MCMV 

Foto: Reprodução/Google Imagens

Ao relançar o programa Minha Casa, Minha Vida, o governo Lula alimentou a esperança de milhares de famílias brasileiras que ainda não possuem o seu imóvel próprio. Os movimentos habitacionais vibraram com o anúncio feito pelo presidente petista. Durante os dois primeiros mandatos de Lula, as associações e cooperativas voltadas para habitação de interesse social construíram milhares de casas e apartamentos populares por meio do financiamento do programa. Na gestão passada, o tal Casa Amarela foi um fiasco para essas entidades habitacionais. A volta do MCMV serve como alento para o movimento que foi ignorado pelo governo Bolsonaro. Aqui no DF, as entidades habitacionais participaram da construção de cidades como Samambaia, Riacho Fundo II, Recanto das Emas e Santa Maria.

GDF vai dar ponto facultativo nos dias de jogos da seleção feminina na Copa do Mundo da Austrália

Foto: Reprodução/Google Imagens

Seguindo o exemplo do governo federal, o GDF também vai decretar ponto facultativo nos dias de jogos da seleção feminina na Copa do Mundo da Austrália, que começa no dia 20 de julho e vai até 20 de agosto. Na primeira fase, dois jogos do Brasil caem em dia da semana. A atitude do governo Ibaneis confirma, mais uma vez, o compromisso, o respeito e a atenção que é dada para o público feminino. O GDF de Ibaneis Rocha tem muitas mulheres ocupando cargos estratégicos e ele sempre fez questão de enaltecer a participação de suas auxiliares em sua administração. O gesto de apoiar a seleção feminina de futebol é mais uma demonstração de que o GDF valoriza a mulher. Bora torcer para as meninas. Pra frente, Brasil!

* José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral e trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado) e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do portal Expressão Brasiliense. É apresentador do podcast Café Expressão. É presidente da ABBP – Associação Brasileira de Portais de Notícias – desde 2021.

OBS: O conteúdo da coluna O Fino da Política é de uso exclusivo deste portal. É proibida a sua reprodução total ou parcial para fins jornalísticos, publicitários e quaisquer outras sem a devida autorização.

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

José Fernando Vilela

José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral e trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado), partidos políticos, parlamentares e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do portal Expressão Brasiliense. É presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias - desde 2021.

Read Previous

PARA TORCER PARA AS MENINAS | Governo vai decretar ponto facultativo nos dias de jogos da Seleção Feminina na Copa Mundo

Read Next

APÓS SER IDENTIFICADO | Um dos suspeitos de agredir Alexandre de Moraes e seu filho em Roma presta depoimento à PF em SP