• 27 de janeiro de 2022

O FINO DA POLÍTICA | Com as bençãos de Ibaneis e Marcos Pereira, Fernando Fernandes deve ir para o Republicanos

Com as bençãos de Ibaneis e Marcos Pereira, Fernando Fernandes deve ir para o Republicanos

Foto: Material cedido ao Expressão Brasiliense

O distrital licenciado e administrador de Ceilândia, delegado Fernando Fernandes, atualmente no Pros, deve aproveitar a janela partidária, que vai do dia 3 de março a 1º de abril, para mudar de legenda sem ser penalizado pela Justiça Eleitoral e se filiar ao Republicanos. O distrital deve concorrer à reeleição.

Na última terça-feira de 2021, dia 28 de dezembro, o delegado se reuniu com o governador Ibaneis Rocha, do MDB, e o presidente nacional da sigla, deputado Marcos Pereira (SP), para tratar sobre sua possível ida para o partido. A migração de Fernando para o Republicanos já conta com as bençãos do governador Ibaneis e do dirigente.

Campeão de votos

Nas eleições de 2018, o delegado Fernando Fernandes surpreendeu a todos com uma votação para lá de expressiva. Ele obteve 29.420 votos, o que corresponde a 1,99% dos votos válidos. Em 2014, ele ultrapassou a marca dos 12 mil votos, mas não levou. De uma eleição para outra, Fernando mais que dobrou a quantidade de votos.

Fenômeno eleitoral

Na visão de alguns observadores e estrategistas da política brasiliense, o distrital é um fenômeno eleitoral. Resta saber se nas eleições deste ano ele vai ter o mesmo desempenho, já que vem atuando como administrador regional do maior curral eleitoral do DF e o desgaste do cargo pode refletir nas urnas.

Leia também  GDF lança edital para passar gestão do Metrô à iniciativa privada

Republicanos em alta com Ibaneis

O partido que é comandado pelo segmento evangélico é um dos mais próximos do governador Ibaneis. Recentemente, foi criada a Secretaria da Família e entregue de porteira fechada ao distrital Martins Machado, outro campeão de voto em 2018. Além dessa secretaria, a legenda tem outros órgãos do GDF sob o seu comando.

O mais próximo do governador

Foto: Divulgação/Site do Republicanos

Nos bastidores considera-se que toda essa articulação, a criação da secretaria e a ida do delegado Fernando Fernandes para a sigla, foi liderada pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo, que é o republicano mais próximo de Ibaneis. Gilvan está se preparando para concorrer ao cargo de deputado federal neste ano.

Representante legítima do Gama

Com toda essa movimentação em torno do Republicanos, quem foi premiada para exercer o cargo de distrital foi a professora Maria Antônia, que é filiada ao Solidariedade. Ela já foi administradora regional do Gama e vai sentar na cadeira por três meses devido ao retorno do titular no início de abril. Desde os tempos de Wilson Lima que a cidade não tinha um representante legítimo na Câmara Legislativa.

Leia também  O QUARTO MINISTRO | Bolsonaro nomeia o médico paraibano Marcelo Queiroga para o lugar de Pazuello no MS

Gastando sola de sapato

Na última semana de 2021, um dos assuntos mais comentados no meio político foi a foto divulgada pelo ex-vice-governador do DF e presidente de honra do MDB-DF, Tadeu Filippelli, em suas redes sociais, em que mostra a sola do sapato que está usando para fazer suas andanças pelas cidades do DF.

Para qual cargo?

Filippelli é cotado para voltar à Câmara dos Deputados. Tem gente bancando que ele vem a distrital, o que na visão deste colunista é muito difícil isso acontecer.

Só um Filippelli na CLDF

Foto: Divulgação/Site do MDB-DF

Tadeu Filippelli sabe que se optar em concorrer ao cargo de distrital vai atrapalhar a sua nora, Ericka Filippelli, que é secretaria da Mulher do governo Ibaneis e vice-presidente do MDB-DF, e almeja ocupar uma das 24 cadeiras da CLDF. No parlamento distrital só tem lugar para um Filippelli e pela experiência política que o sogro e a nora possuem, eles sabem muito bem disso.

Jogando contra Ibaneis

Fotos: Reprodução/Google Imagens

Para este ano que se inicia, tem muita gente especulando que Ibaneis Rocha pode trocar a cúpula do Detran-DF, comandada por Zélio Maia. O órgão que já foi considerado um dos melhores entre os Detrans do Brasil, hoje é mal avaliado pela população que não consegue ter acesso aos serviços da autarquia.

Leia também  TCHAU, MARCOLA | Ministro da Justiça quer líder do PCC e seu bando fora de Brasília

Queimando o filme

A gestão de Zélio sangra o governo Ibaneis com as suas presepadas. Os comentários é de que a luz amarela está acesa no Buriti e que a qualquer momento o advogado pode acordar sem o cargo.

Diretor fanfarrão

Outro fator que vem pesando contra a cúpula do Detran-DF foi a confusão causada pelo diretor-adjunto, Gustavo Amaral, no início de dezembro do ano passado, quando quis dar uma de policial civil abordando pessoas com uma pistola num posto de combustível na região Central do Plano Piloto. Na época, o diretor alegou que se deparou com uma situação de flagrante no local, mas até o momento nada ficou comprovado, só a fanfarrice do gestor.

* José Fernando Vilela é editor-chefe e colunista deste portal. A coluna O Fino da Política é publicada todos os domingos.

José Fernando Vilela

É jornalista com especialização em Marketing Político e Eleitoral. É editor-chefe e colunista do Expressão Brasiliense. É o atual presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias. Já trabalhou em diversos órgãos governamentais como a SES/DF, Sec. de Habitação do DF, Codhab/DF, entre outros. Assessorou parlamentares na CLDF, Câmara dos Deputados, Senado, além de partidos políticos.

Read Previous

APÓS 10 ANOS | Brasil volta a ocupar uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU

Read Next

NO 1º DOMINGO DE 2022 | Turistas movimentam pontos turísticos do DF