• 23 de julho de 2024

MAIS SEGURANÇA NAS ESCOLAS | Ibaneis participa de reunião do governo federal com governadores que apresentou medidas de proteção às escolas

O governador Ibaneis Rocha participou nesta terça-feira (18) do lançamento de ações do governo federal para a proteção do ambiente escolar, no Palácio do Planalto. As medidas vão desde recursos para reforço nas rondas escolares a cartilhas com recomendações para proteção das escolas.

O evento contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do vice-presidente Geraldo Alckmin, e do ministro da Educação, Camilo Santana, responsável pela apresentação dos projetos, além de ministros do governo federal e do Judiciário, governadores e prefeitos. Participaram ainda o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e o ministro da Educação, Camilo Santana.

As ações sugeridas nasceram de um grupo de trabalho interministerial, por meio do qual foram listadas 50 proposições para atuar de forma preventiva, emergencial e a médio e longo prazo. Uma delas é a cartilha Elaboração de Recomendações para Proteção e Segurança no Ambiente Escolar, que será disponibilizada pelo governo federal.

Entre as medidas adotadas pelo GDF para maior segurança nas escolas estão o reforço no efetivo policial, com a participação de vigilantes – são 3.201 profissionais, entre concursados e terceirizados, que atuam em cerca de 700 escolas –, o monitoramento na internet e a realização de palestras para diretores de escolas

“Essa integração entre governo federal, os estados e o Judiciário é essencial para uma maior efetividade das ações que já foram tomadas e as de médio e longo prazo. Aqui no Distrito Federal nós temos buscado esse diálogo e vamos continuar fortalecendo e protegendo nossos estudantes e toda a comunidade escolar”, disse o governador Ibaneis Rocha.

Os investimentos previstos pelo governo federal para proteção às escolas são de cerca de R$ 3 bilhões. Segundo o Ministério da Justiça, 225 apreensões foram feitas nos últimos dez dias, período em que ocorreram 7,4 mil denúncias à pasta e mais de 700 conteúdos foram removidos das redes sociais.

Atuação no DF

O GDF tem tomado medidas para prevenir a violência e reforçar a segurança em mais de 1,6 mil escolas e creches das redes pública e privada, além de faculdades e universidades.

Isso tem sido feito com o reforço no efetivo policial, com a participação de vigilantes – são 3.201 profissionais, entre concursados e terceirizados, que atuam em cerca de 700 escolas –, o monitoramento na internet e a realização de palestras para diretores de escolas, por exemplo.

A Polícia Militar também atua com rondas em regiões mapeadas e revistas em possíveis suspeitos , além de contar com o apoio das denúncias da população, que podem ser feitas por meio do telefone 197 – opção 0; em casos de emergência, para o 190 ou para o WhatsApp (61) 98626-1197.

A Secretaria de Educação (SEE) também trabalha o projeto Jovens Líderes Pela Paz. Por meio desse instrumento, 170 alunos de escolas públicas promovem a cultura de paz no ambiente escolar, além de conceitos de comunicação não violenta, de saúde mental e do combate à evasão escolar.

(Agência Brasília)

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal doYouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

VAI SAIR DO PAPEL | Lula envia ao Congresso projeto que garante pagamento do piso da enfermagem

Read Next

TRANSPORTE PÚBLICO | Ricardo Vale comemora decisão do GDF de prorrogar a validade dos créditos dos usuários do sistema