• 22 de julho de 2019

Diretor-presidente do IGESDF faz vistoria surpresa nas UPAs de madrugada

Uma vistoria sem aviso prévio para verificar como está o atendimento à população nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Distrito Federal foi feita, na madrugada de terça-feira (25), pelo diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF), Francisco Araújo, e equipe.

A ação começou por volta da meia noite e passou das sete da manhã. “Fomos verificar o cumprimento de escalas e a prestação de serviço que está sendo feita para a sociedade. Posso dizer que encontramos a saúde destruída, mas pouco a pouco estamos enfrentando os problemas, dando soluções para aumentar a acessibilidade”, disse Francisco Araújo.

Para ele, hoje, foi possível perceber a disposição dos trabalhadores para acolher a população. “Conseguimos sentir a esperança nos trabalhadores que passaram a ter melhores condições de trabalho, uma gestão preocupada e um governador comprometido com a saúde para produzir o melhor resultado na vida das pessoas”, completou.

Segundo ele, desde fevereiro, quando o instituto foi criado, três frentes de trabalho foram reforçadas pelo IGESDF, que são o abastecimento, a infraestrutura e a reposição de recursos humanos. Após esse trabalho, foi solicitada a habilitação no Ministério da Saúde para captar recursos para as UPAs que estão há um bom tempo sem receber em razão das condições precárias em que se encontravam.

Durante a visita foram anotadas algumas providências que deverão ser tomadas imediatamente para melhorar o atendimento e o trabalho dos profissionais de saúde. Uma delas se refere ao funcionamento ininterrupto das farmácias clínicas responsáveis pelo abastecimento interno das unidades.

“Nós temos no DF uma estrutura com 35 mil profissionais, um orçamento de R$ 8 bilhões, 16 hospitais, seis UPAs e 600 equipes da Saúde da Família. Temos o que não há em nenhum lugar do Brasil. Por isso, estamos trabalhando, IGESDF e SES, juntos, para colocar essa estrutura para funcionar e, acima de tudo, tratar bem o cidadão, olhando no olho de cada paciente. Precisamos ter esse cuidado, essa humanização”, disse.

Por fim, o diretor-presidente reforçou que o momento é de transformação da saúde publica, já que o IGESDF passou a adotar mais transparência e divulgar informações sobre as ações em andamento. “Estamos caminhando com a Secretaria de Saúde do DF não só para aumentar a transparência, mas fortalecendo a comunicação com a população e informatizando a Secretaria para trabalhar melhorar o gasto”, finalizou.

As visitas surpresas serão constantes e a qualquer horário do dia. “São visitas com o objetivo de avaliar  a nossa equipe e assim corrigir rumos, melhorar processos de gestão e corrigir rumos. Não temos tempo a perder. A população não aguenta mais esperar”, concluiu Francisco.

Durante a visita, o diretor-presidente, Francisco Araújo, esteve acompanhado do diretor de Apoio Operacional, Manuel Pafiadache, e da diretora de Atenção Pre-hospitalar, Nadja Viera, entre outros assessores.

Fonte: Site do Iges-DF

expressaobrasiliense

Read Previous

Ibaneis recebe comitiva de chineses interessados na concessão do metrô do DF

Read Next

Foto de pai e filha afogados a caminho dos EUA gera comoção

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.