• 20 de abril de 2021

PERTO DO TÍTULO | Internacional vence o Vasco e pode se tornar campeão em cima do Flamengo no próximo domingo (21)

Teve de tudo em São Januário. Falha na imagem no VAR, pênalti desperdiçado por Germán Cano, ânimos bem exaltados… Mas o Internacional ratificou sua permanência na liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vasco por 2 a 0, com gols de Rodrigo Dourado e Thiago Galhardo em jogo válido pela trigésima-sexta rodada. Os colorados chegaram a 69 pontos (a um do vice-líder Flamengo) e precisam vencer o Rubro-Negro no Maracanã na próxima rodada para se sagrarem campeões. Já o Cruz-Maltino não tem bandeira branca na sua luta contra o rebaixamento: segue com 37 pontos, um ponto abaixo do Bahia.

Veja também

 

Colorados e rubro-negros medem forças no próximo domingo, às 16h. Já a equipe de Vanderlei Luxemburgo encara o Corinthians, no mesmo horário, na Arena Corinthians.

O Cruz-Maltino mede forças com o Corinthians no próximo domingo, às 16h, na Arena Corinthians. No mesmo horário, o Colorado encara o Flamengo, no Maracanã.

COLORADO ESQUENTA OS TAMBORINS

Com postura incisiva, o Internacional não demorou a tomar as rédeas do jogo e a atordoar a zaga do Vasco. Fernando Miguel foi exigido logo aos dois minutos ao salvar cabeçada de Caio. Após o chute de Edenílson ser travado pela zaga, a bola sobrou limpa para Yuri Alberto encher o pé. O camisa 1 esticou-se para salvar.

Leia também  Definidos os jogos das oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia

VAI DAR? NÃO VAI DAR NÃO? VAR RENDE GRANDE CONFUSÃO

De tanto rondar a área, o Colorado abriu o marcador. Em cobrança de falta, Moisés alçou e Rodrigo Dourado subiu mais do que Carlinhos e cabeceou a bola no fundo da rede. Após quatro minutos de expectativa (segundo o Premiere, por erro de calibragem na troca de imagens das linhas do VAR no momento da jogada), foi acatada a decisão de campo, confirmando o gol colorado.

VASCO SEM HARMONIA

Em vantagem no marcador, o Inter recuou e deu margem para o Vasco engatar jogadas com Benítez e Talles Magno. Contudo, a equipe de Vanderlei Luxemburgo padecia para mostrar inspiração. Além de constantes erros de passe, Germán Cano era pouco acionado e Marcelo Lomba só foi requisitado em reposições de bola. Em uma investida de Benítez, o Cruz-Maltino se queixou de pênalti não marcado pelo árbitro.

ÂNIMOS EXALTADOS

O técnico Vanderlei Luxemburgo e jogadores do time da casa no intervalo cercaram a equipe de arbitragem. Os ânimos seguiram exaltados na volta dos atletas: Moisés e Léo Gil trocaram empurrões.

Leia também  BANCO DIGITAL | BRB e Flamengo lança app NaçãoBRBFla

AS ÁGUAS VÃO ROLAR?

O Internacional recomeçou o jogo depositando as fichas em jogadas pelos lados. Rodrigo Lindoso arriscou, mas a bola passou por cima da meta de Fernando Miguel. Só que, aos poucos, a equipe de Abel Braga tornou a optaar pelo contra-ataque e deu espaço para o Vasco se lançar à frente. Os cruz-maltinos causaram calafrios ao Colorado em uma cabeçada de Talles Magno e viram Carlinhos mandar uma conclusão para longe.

SE A CANOA NÃO VIRAR…

Aos trancos e barrancos, Germán Cano lutou por uma brecha para arriscar. Até que, aos 31, Benítez levantou bola para o atacante, que caiu em uma dividida com Cuesta. O árbitro, após consultar o VAR, ratificou o pênalti. O camisa 14 do Vasco partiu e cobrou rasteiro, mas a bola foi para fora frustrando a grande oportunidade da equipe. Depois, Benítez abriu caminho pela direita e arriscou o ângulo, mas a bola foi para fora.

GALHARDO DIZ: “LÁ VOU EU, LÁ VOU EU!”

O Colorado, de fôlego renovado no contra-ataque, exigiu Fernando Miguel em tentativas de Peglow e Thiago Galhardo. E, aos 50 minutos, a equipe de Abel Braga ratificou seu triunfo: Edenílson esticou a Galhardo, que bateu colocado no canto direito da meta cruz-maltina. O Colorado parte mais do que nunca para o Maracanã em busca da vitória que possa coroar o título.

Leia também  CORONAVÍRUS | Brasil registra 941 mortes e 17.857 casos confirmados

FICHA TÉCNICA

VASCO 0x2 INTERNACIONAL

Data/Hora: 14/02/2021, às 16h

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Cartões amarelos: Bruno Gomes (VAS), Maurício, Rodinei, Cuesta, Moisés (INT)

Gols: Rodrigo Dourado, 13/1T (0-1) e Thiago Galhardo, 50/2T

VASCO: Fernando Miguel; Léo Matos (Pikachu, 42/2T), Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique (Neto Borges, 30/2T); Bruno Gomes (Juninho, 18/2T), Leo Gil, Carlinhos e Martin Benítez; Talles Magno e Germán Cano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson, Mauricio (Rodrigo Lindoso, intervalo), Praxedes (Nonato, 26, 2T) e Caio (Thiago Galhardo, 26/2T); Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga

(Lance)

Foto: Divulgação/Lance

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

FORÇA-TAREFA | GDF interdita 17 estabelecimentos nos dois primeiros dias de carnaval

Read Next

HABILITAÇÃO SOCIAL | Detran-DF abre as inscrições para 5 mil vagas do programa nesta segunda (15)