• 24 de fevereiro de 2024

‘EL MEJOR’ | Lionel Messi vence prêmio da FIFA de melhor jogador do mundo pela 7ª vez

Lionel Messi foi eleito o melhor jogador do mundo pela oitava vez. Nesta segunda-feira, 27, a Fifa fez a cerimônia de premiação do The Best, que elege o melhor atleta do futebol mundial. Entre os homens, o argentino venceu a disputa com os franceses Karim Benzema (Real Madrid) e Kylian Mbappé (PSG), por suas atuações entre agosto de 2021 e dezembro de 2022.

A melhor jogadora do mundo

Alexias Putellas se recuperou de contusão em 2022 e mesmo não disputando toda a temporada e sendo vice-campeã da Champions League com a camisa do Barcelona, a espanhola venceu o prêmio por mais uma vez. A meia-atacante também foi premiada no ano passado.

Na premiação, são contabilizados os votos de técnicos e capitães de todas as 211 seleções filiadas à Fifa, além de jornalistas especializados de cada um desses países. As escolhas foram feitas entre 12 de janeiro e 3 de fevereiro para escolher o melhor jogador do mundo.

O prêmio de Melhor Goleiro foi entregue por Júlio César, ex-Inter de Milão e Flamengo, além de disputar três Copas com a Seleção Brasileira. O ex-atleta entregou a premiação para Dibu Martínez, da Argentina e Aston Villa.

Não deu para Richarlison

O amputado Marcin Oleksy, venceu Richarlison na disputa do gol mais bonito do Prêmio The Best. O polonês marcou  um lindo gol no Campeonato Polonês de amputados, na partida entre o seu time, Warta Poznan, e Stal Rzeszow.

Melhor técnico do Mundo

Com um trabalho de reconstrução com a Seleção Argentina, que levou a equipe liderada por Lionel Messi a conquistar a Copa do Mundo, o técnico Lionel Scaloni conquistou o troféu de melhor técnico do mundo.

Confira as premiações do Prêmio The Best

  • Melhor goleira: Mary Earps (Manchester United e Seleção da Inglaterra)
  • Melhor goleiro: Dibu Martínez (Aston Villa e Seleção Argentina)
  • Gol mais bonito: Marcin Oleksy (Warta Poznan)
  • Melhor treinadora: Sarina Wiegman (Seleção Inglesa)
  • Melhor técnico: Lionel Scaloni (Argentina)
  • FIFA Fair Play: Luca Lochoshvili (por ajudar a salvar a vida de um adversário dentro de campo)
  • FIFA Fan Award: Torcida da Argentina na Copa do Mundo no Catar
  • Seleção Feminina de 2022: Christiane Endler, Lucy Bronze, Maria León, Leah Wlliamson e Wendie Renard; Alexia Putellas, Keira Walsh e Lena Oberdorf; Alex Morgan, Sam Kerr e Beth Mead.
  • Seleção Masculina de 2022: Thibart Courtois; Hakimi, Van Dijk e João Cancelo; Kevin de Bruyne, Luka Modric, Casemiro e Lionel Messi; Kylian Mbappé, Karim Benzema e Haaland.
  • Melhor jogadora: Alexis Putellas (Barcelona)
  • Melhor jogador: Lionel Messi

Homenagem para Pelé

No início da cerimônia, o Rei do Futebol, Pelé, foi homenageado. Com a presença de Márcia Aoki, um vídeo com os lances do brasileiro, alinhado com sua narração sobre os momentos que teve em sua carreira. O ex-jogador faleceu no dia 29 de dezembro, vítima de um câncer.

Ronaldo foi chamado para o palco e falou sobre a trajetória do maior nome da história do futebol. O ex-atacante falou da importância de Pelé, como um homem negro, que venceu o racismo, sendo um espelho para as futuras gerações.

“Falar do Pelé para mim é muito difícil, vou até falar em português. Quando eu lembro do Pelé eu vejo um jogador muito à frente do seu tempo, um atleta que ser viu de inspiração para mim e todo mundo no futebol. Nos anos 1950, ele já era moderno, chutava com as duas pernas, saltava mais alto que os outros, controle orientado, fazia gol de bicicleta, cabeça. Eu também lembro dele como um amigo querido. Quando eu tive a primeira lesão no meu joelho, em 2000, ele me visitou na minha casa, levando muito amor e carinho em um dos momentos mais difíceis da minha vida”, lembrou Ronaldo.

“O Pelé também será lembrado pelo impacto na sociedade. Quando ele jogava, o mundo era um lugar ainda mais racista do que era hoje. Ele, um atleta negro, se tornou o rei do esporte mais popular do planeta. Mostrou que o negro pode ser o melhor, mais bem-sucedido e pode vencer o racismo. Essa luta ainda não acabou, mas peço que todos se inspirem na luta do Rei Pelé, para que combatamos o preconceito”, continuou Ronaldo.

A viúva subiu ao palco pouco depois e recebeu o troféu de The Best, em homenagem para Pelé, que venceu sete vezes a Bola de Ouro.

“É uma honra estar aqui, neste tributo da Fifa ao Edson Arantes, o Pelé. Tenho algumas palavras para dizer: Deus nos deu o Edson, e o Edson nos deu Pelé. E o mundo tão bem recebeu ambos. Estas são as palavras que tenho de agradecimento”, disse Márcia, em inglês.

Ao fim da celebração, o cantor brasileiro Seu Jorge fez sua apresentação cantando “Changes” enquanto imagens de Pelé passam nos telões no palco.

(Terra)

Foto: Reprodução/Google Imagens

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

COMBATE À DENGUE | Prefeitura de Águas Lindas lança campanha de conscientização contra a proliferação do mosquito transmissor da doença

Read Next

PANE NO METRÔ DO DF | Estações amanhecem fechadas nesta terça (28) por causa do rompimento e furto de cabos de fibra óptica que alimentam o sistema