• 19 de julho de 2024

REFORÇO NAS LINHAS DE ÔNIBUS | Com reposição de aulas aos sábados, GDF determina que operadoras aumente a capacidade de atendimento

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) determinou que as operadoras do transporte público coletivo do DF ofereçam mais viagens nas linhas próximo às escolas, nos sábados em que houver aulas na rede pública de ensino. O reforço dos coletivos será de acordo com a demanda, a partir deste sábado (3) até o dia 22 de julho, devido à reposição de aulas após o fim da greve dos professores.

“Todas as operadoras do transporte público do DF estão cientes do calendário divulgado pela Secretaria de Educação. Alertamos sobre a necessidade de oferecer transporte aos estudantes no período de reposição de aulas, que inclui uma parte do recesso escolar”Márcio Antônio de Jesus, subsecretário de Operações da Semob

“Vamos monitorar a operação e fazer os ajustes que forem necessários para que haja oferta de transporte aos estudantes em todo o Distrito Federal”, disse o subsecretário de Operações da Semob, Márcio Antônio de Jesus.

Segundo o subsecretário da Semob, “todas as operadoras do transporte público do DF estão cientes do calendário divulgado pela Secretaria de Educação. Alertamos sobre a necessidade de oferecer transporte aos estudantes no período de reposição de aulas, que inclui uma parte do recesso escolar”.

Para frequentar as aulas aos sábados, os estudantes contarão também com o benefício do Passe Livre Estudantil. A Semob destaca que são concedidos 54 acessos ao mês para o estudante, o que contempla dois acessos de segunda a sábado. Caso o aluno necessite de número maior de acessos, ele deve fazer a solicitação de ajuste por meio do site do BRB Mobilidade.

O transporte escolar também está garantido durante a reposição das aulas. A Secretaria de Educação oferece ônibus escolar gratuito aos estudantes que residam a mais de dois quilômetros de distância da unidade escolar em que estiver matriculado em locais onde não há transporte público coletivo, urbano ou rural. Também é fornecido transporte a estudantes com deficiência (comprovada mediante laudo médico).

De acordo com a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, todos os alunos atendidos regularmente o serão igualmente aos sábados de reposição de aulas. “A criança precisa estar no ambiente escolar para repor o componente curricular que foi perdido durante a paralisação. Logo, toda a rede funcionará normalmente para atender os alunos que precisam dessa reposição”, afirma.

(Agência Brasília)

Foto: Divulgação/Agência Brasília

Expressão Brasiliense

Read Previous

COM AS BENÇÃOS DE IBANEIS | Jaqueline Silva se filia ao MDB e partido se torna maior bancada da CLDF

Read Next

VIRADA AMBIENTAL | Alego promove 5ª edição do projeto que incentiva a preservação do cerrado nos 246 municípios goianos