• 23 de fevereiro de 2024

PRAÇA DO RELÓGIO | Recursos para reforma do local começam a ser liberados; GDF vai investir R$ 5,5 milhões na execução do projeto

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Distrito Federal (Seduh-DF) publicou no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (8) a Portaria Conjunta n° 5/2023, que repassa R$ 170 mil do Fundo de Desenvolvimento Urbano do DF (Fundurb) à Secretaria de Obras e Infraestrutura (SODF). Essa é a primeira parte do recurso para a reforma da Praça do Relógio, em Taguatinga.

O valor inicial será descentralizado e direcionado para o orçamento da SODF ainda este ano, voltado para a execução do projeto, requalificação e reabilitação dos espaços urbanos no local, como bancos e mesas. No total, a praça receberá investimentos da ordem de R$ 5,5 milhões.

“Os recursos do Fundurb são fundamentais para que possamos requalificar espaços públicos importantes, como a Praça do Relógio. Trata-se de obra há muito aguardada pela população de Taguatinga. Graças a esses recursos, será possível tirar mais essa requalificação do papel, no mesmo molde do que fizemos quando recuperamos a Praça do Povo, no Setor Comercial Sul”, destaca o secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho.

“Os recursos do Fundurb são fundamentais para que possamos requalificar espaços públicos importantes, como a Praça do Relógio. Trata-se de obra há muito aguardada pela população de Taguatinga. Graças a esses recursos, será possível tirar mais essa requalificação do papel, no mesmo molde do que fizemos quando recuperamos a Praça do Povo, no Setor Comercial Sul”, Luciano Carvalho, secretário de Obras e Infraestrutura

O projeto de recuperação da Praça do Relógio foi desenvolvido pela Seduh. Entre as melhorias previstas para o ponto histórico mais famoso de Taguatinga estão acessibilidade, mais iluminação, paisagismo, instalação de bancos e lixeiras, além da criação de conexão com o projeto do boulevard acima do Túnel Rei Pelé.

“No quesito acessibilidade, é previsto o nivelamento do piso, além de rotas claras e acessíveis. Quanto ao paisagismo e mobiliário urbano, o projeto abarca a recuperação e implementação de jardins contornados por bancos, a recuperação de espelhos d’água, a implementação de um novo sistema para a fonte luminosa e a instalação de mesas e paraciclos”, informa o subsecretário de Projetos e Licenciamento de Infraestrutura da Seduh, Vitor Recondo.

Licitação

De acordo com a SODF, a licitação para a contratação de empresa responsável pela obra ainda está em andamento.

A previsão é de que seja dividida em dois lotes. O primeiro prevê investimento de R$ 4,7 milhões na requalificação completa da praça, com implantação de elementos de acessibilidade, renovação do mobiliário urbano e paisagismo. O segundo lote prevê investimento de R$ 832 mil na recuperação de espelhos d’água e da fonte luminosa.

A expectativa da Secretaria de Obras e Infraestrutura é de que a execução das obras comece no primeiro trimestre de 2024.

(Agência Brasília)

Foto: Divulgação/Seduh-DF

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram.

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

REFORÇO DA BIVALENTE | Fim de semana terá 30 pontos de vacinação para que idosos possam ser imunizados

Read Next

APÓS APROVAÇÃO EM REFERENDO | Maduro assina decreto e anexa território da Guiana como parte da Venezuela