• 24 de fevereiro de 2024

HOMENAGEM MAIS QUE MERECIDA | CLDF promove audiência pública para discutir mudança do nome dos restaurantes comunitários do DF para ‘Rorizão’

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) promoverá, nesta terça-feira (12), às 19 horas, audiência pública para discutir a mudança do nome de todos os restaurantes comunitários do DF para Rorizão.

Desde a inauguração da primeira unidade do programa, em 2001, os estabelecimentos, que fornecem almoço a R$ 1, são chamados popularmente de Rorizão, em alusão ao ex-governador do DF, Joaquim Roriz, idealizador do projeto que já matou a fome de milhares de pessoas.

A autoria do projeto de lei que propõe a alteração, que pode ser considerada uma homenagem mais do que justa por tudo o que o ex-governador fez pela capital federal, é do distrital Joaquim Roriz Neto (PL).

Em 2019, o restaurante de Samambaia, primeiro a ser aberto, passou a se chamar, oficialmente, Rorizão. No entanto, nas 14 Regiões onde o estabelecimento está presente, é conhecido popularmente pelo apelido.

De acordo com o autor da proposta, os restaurantes comunitários exercem papel fundamental na estratégia de combate à fome.

“Em 2022, os Rorizões forneceram mais de 10 milhões de refeições à população. Uma alimentação saudável e a preço acessível – R$ 0,50 café da manhã, R$ 1 almoço e R$ 0,50 jantar – sem a qual famílias em situação de vulnerabilidade não teriam condições de se alimentar”, explica Roriz Neto.

O distrital salienta que a mudança deve-se, principalmente, a um pedido da população, que já se acostumou ao nome Rorizão, para se referir aos restaurantes comunitários. “Basta fazer uma pesquisa em frente aos restaurantes e questionar para onde eles (os usuários) estão indo. A resposta é clara: Rorizão. Até mesmo pela facilidade do nome. É raro encontrar alguém falando que vai almoçar no Restaurante Comunitário”, explica.

A consulta popular, por meio de audiência pública, é um dos requisitos obrigatórios para o processo de nomenclatura de equipamentos, prédios, ou logradouros públicos.

Atualmente, o Distrito Federal possui 15 unidades do restaurante comunitário: Samambaia, Brazlândia, Ceilândia, Estrutural, Gama, Itapoã, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e duas no Sol Nascente.

Foto: Hugo Batista/Ascom Dep. Joaquim Roriz Neto

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram.

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

OPERAÇÃO FERIADÃO | Detran e PMDF registram mais de 1,8 mil irregularidades nas vias do DF; 223 condutores foram flagrados alcoolizados

Read Next

EM UMA SEMANA | DF aplica mais de 11 mil doses de vacinas contra Covid-19