• 20 de abril de 2021

EGITO ANTIGO | Exposição premiada fica no CCBB até o dia 25 de abril

Brasília receberá, de hoje (6) até 25 de abril, a mais importante mostra sobre o Egito Antigo realizada na América Latina. As 140 peças que compõem a exposição Egito Antigo: do Cotidiano à Eternidade estarão abertas ao público no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) da capital federal.

Veja também

UNIÃO EUROPEIA TOMA CANO | Fabricantes de vacinas reduzem entregas e líderes europeus temem colapso

A exposição é gratuita. No entanto, devido às regras sanitárias decorrentes da pandemia, a visita requer agendamento prévio, que pode ser feito pelo aplicativo Eventim ou pelo site www.eventim.com.br.

Leia também  SAIU | Mega-Sena sai para aposta de Pernambuco e paga prêmio de R$ 103,4 milhões

A mostra fez sucesso durante sua passagem que pelo Rio de Janeiro e por São Paulo e foi eleita a “melhor mostra internacional de 2020” pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

As 140 peças têm, em comum, a relevância para o entendimento da cultura egípcia, que manteve, parcialmente, os mesmos modelos religiosos, políticos, artísticos e literários por três milênios. Todo acervo pertence ao Museu Egípcio de Turim, na Itália.

Leia também  Resgate da cultura sertaneja no Distrito Federal é transmitido pelas ondas do rádio

“Aspectos da historiografia geral do Egito Antigo serão apresentados de forma didática, por meio de esculturas, pinturas, amuletos, objetos cotidianos, um Livro dos Mortos em papiro, objetos litúrgicos e óstracons (fragmento de cerâmica ou pedra usados para escrever mensagens oficiais), além de sarcófagos, múmias de animais e uma múmia humana da 25ª dinastia”, informou a divulgação do evento.

Leia também  DÍVIDA ATIVA | Pequenos produtores rurais podem renegociar com a União até 29 de dezembro

(Agência Brasil)

Foto: Divulgação/Museo Egizio

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

LARANJA DE NOVO | Lula indica Haddad para candidato à presidência pelo PT em 2022

Read Next

RESTRIÇÕES NO CARNAVAL | Mais cidades goianas aderem a medida de Caiado para proteger a população