• 22 de julho de 2019

PMDF e Ibram garantem segurança em parques durante greve de vigilantes

Entre os 11 parques que funcionarão das 7 às 18 horas, está o parque Olhos D’Água, na Asa Norte. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Mesmo com paralisação, 11 parques do Distrito Federal foram abertos com o auxílio de agentes dos órgãos. Funcionamento será mantido das 7 às 18 horas neste fim de semana

Para garantir o lazer da população neste fim de semana, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) reabriu os 11 parques mais movimentados de Brasília. Os espaços estavam fechados devido à greve dos vigilantes decretada na quinta (1º).

A segurança nos locais está sendo feita por equipes da Policia Militar do Distrito Federal (PMDF), com rondas nas áreas abertas para o público. Cerca de 50 agentes do Ibram também foram mobilizados para garantir o funcionamento neste sábado (3) e domingo (4).

Os 11 parques que funcionarão das 7 às 18 horas são Águas Claras, Asa Sul (614/615), Bosque do Sudoeste, Dom Bosco (Lago Sul), Ezechias Hering (Guará), Jequitibás (Sobradinho), Olhos D’Água (Asa Norte), Paranoá, Saburo Onoyama (Taguatinga) e, Sucupira (Planaltina).

TRT determina retorno imediato dos vigilantes

Nessa sexta (2), o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) expediu liminar em que determina o encerramento da greve dos vigilantes.

De acordo com o documento, foi pedido o retorno imediato de 100% do efetivo nos hospitais públicos, nas estações de metrô, nos bancos, em transporte de valores, nos tribunais de justiça, nos postos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e nas escolas públicas.

Para os demais órgãos, foi determinado a volta de 70% dos trabalhadores. No entanto, a categoria decidiu, em assembleia, manter a paralisação.

Matéria da Agência Brasília

Foto: Divulgação/Agência Brasília

expressaobrasiliense

Read Previous

Izalci deve mudar de partido se quiser ser candidato a governador

Read Next

Sítio Arqueológico indica presença humana há milhares de anos no DF

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.