• 21 de maio de 2024

A barragem 6 pode provocar o 2º rompimento em Brumadinho

As buscas por sobreviventes foram suspensas em Brumadinho desde as 5h30 da manhã deste domingo (27) devido ao risco de rompimento da barragem 6. As equipes estão retirando cerca de 3 mil pessoas que moram nas proximidades da barragem.

O último balanço divulgado registra 37 mortos. Desses, 16 foram identificados e 8 corpos entregues à família. Há 287 pessoas consideradas desaparecidas. 192 pessoas foram resgatadas com vida até o momento. E 361 foram localizadas após serem consideradas desaparecidas.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, comandou uma reunião com técnicos neste domingo na sede da Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília. O encontro tentou reunir informações mais precisas sobre quatro pontos:

• Qualidade da água do rio Paraopeba;

• Previsões de avanço dos rejeitos da mina que rompeu;

• Estabilidade da barragem 6;

• Relatório de segurança de barragens de 2017.

Canuto afirmou no início da reunião que a “questão central” é a barragem 6. Neste domingo, sirenes foram acionadas em Brumadinho em razão do risco de rompimento desta barragem. O ministro classificou a tragédia em Brumadinho como “inacreditável”. “Realmente muitos desaparecidos, probabilidade de mortes aumentarem substancialmente”, observou.

Da Redação com informações do portal G1

Foto: Google Imagens

Expressão Brasiliense

Read Previous

GDF envia ajuda para Brumadinho

Read Next

Pronto-socorro do HRT segue interditado, mas hospital está funcionando normalmente