• 22 de abril de 2024

O FINO DA POLÍTICA | Postagens de Arruda em redes sociais empolgam aliados que sonham com seu retorno ao Buriti

Postagens de Arruda em redes sociais empolgam aliados que sonham com seu retorno ao Buriti 

Postagens de Arruda em redes sociais empolgam aliados que sonham com seu retorno ao Buriti 
Foto: Reprodução/Instagram

Afastado da política desde quando teve que renunciar ao cargo de governador do DF em 2010 devido às investigações que culminaram na Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal, José Roberto Arruda já demonstrou que nunca se deu por vencido e que se tiver oportunidade ele fará de tudo para voltar a governar a capital federal. Nos últimos dias, Arruda tem feito postagens em suas redes sociais lembrando momentos importantes de sua carreira política como o início das obras do metrô quando foi secretário de Obras de Joaquim Roriz e quando foi líder do governo FHC no Senado. O ex-governador também tem interagido com seus seguidores respondendo perguntas. Segundo Arruda, ele é quem acessa e cuida de seu perfil. As postagens empolgaram seus aliados e reacendeu o sonho de vê-lo novamente na cadeira de governador. Arruda é um homem inteligente e sabe que não pode deixar seu grupo desassistido. Essas manifestações nas redes sociais reconecta o ex-governador com seus apoiadores e enche de esperança os arrudistas. 

Mudança na legislação eleitoral pode favorecer ex-governador

Entre as razões que devem ter encorajado o ex-governador a dar mais atenção às suas redes sociais está a possibilidade de mudança na legislação eleitoral. O Senado Federal deve apreciar ainda no 1º semestre deste ano o PLP 112/2021, que institui o Código Eleitoral, que vai unificar sete leis eleitorais e partidárias em vigor. O relator da matéria, senador Marcelo Castro, do MDB-PI, propôs que a contagem do período de oito anos de inelegibilidade de candidato condenado passe a valer a partir da data da condenação e não mais quando todo o processo estiver transitado e julgado e não couber mais recursos. Se o PLP do Código Eleitoral for aprovado com a proposta de Marcelo de Castro, Arruda estará liberado para voltar a concorrer a cargos eletivos. 

Adversários monitoram

Caso esse cenário se confirme, Arruda vai vir com tudo. Nos bastidores, alguns adversários demonstraram preocupação, pois sabem que o ex-governador ainda é muito bem lembrado pela população. No período que esteve no Buriti, José Roberto Arruda fez muitas benfeitorias e caminhava para ser reeleito até ser abatido pela Caixa de Pandora. Aliados mais próximos avaliam que o melhor caminho seria concorrer para deputado federal, mas Arruda quer disputar o GDF. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Leila do Vôlei não descarta aliança com PSB mesmo tendo o carro leiloado para pagar dívida com a legenda

Leila do Vôlei não descarta aliança com PSB mesmo tendo o carro leiloado para pagar dívida com a legenda
Foto: Reprodução/Google Imagens

A senadora Leila do Vôlei, do PDT-DF, não se deixou abater com a decisão da Justiça em leiloar um carro de sua propriedade para pagar parte de uma dívida que a parlamentar tem com o PSB, seu antigo partido. A legenda acionou o Judiciário para cobrar a contribuição financeira mensal que Leila deixou de pagar enquanto esteve filiada ao partido já ocupando o cargo de senadora. O carro da ex-atleta foi arrematado na última sexta-feira por um valor abaixo do preço de mercado. A senadora deve pagar o restante da dívida que hoje encontra-se na casa dos R$ 185 mil. Entretanto, Leila do Vôlei sinalizou em nota divulgada à imprensa que não terá problemas em compor aliança com o PSB lá na frente. “Seguirei dialogando com as lideranças do PSB com as quais tenho afinidade e compartilho de ideias para transformar a vida dos brasilienses. No futuro, partidos como o PDT, que hoje presido no DF, podem unir forças em benefício da população do Distrito Federal”, apontou a senadora. Pelo visto, Leila do Vôlei não guarda mágoas do Rodrigo, como ele chama o ex-governador do PSB, de quem foi secretária de Esportes, e principal articulador da cobrança.

Petistas brasilienses criticam decisão da Justiça Eleitoral que tornou ex-distrital inelegível

Petistas brasilienses criticam decisão da Justiça Eleitoral que tornou ex-distrital inelegível
Foto: Reprodução/Google Imagens

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) que tornou inelegível o ex-distrital e candidato derrotado ao GDF em 2022 pela Federação PT-PV-PCdoB, Leandro Grass, mexeu com os brios dos petistas da capital federal. A ‘companheirada’ se uniu para defender Grass que foi condenado por atacar o governador Ibaneis Rocha durante a campanha de 2022 com a disseminação de fake news. A posição dos petistas é bastante contraditória considerando que eles nunca aceitaram o ‘companheiro’ Leandro e tentaram a todo custo tirá-lo da disputa ao GDF. Como o PT-DF não tem um nome de peso em seus quadros para o próximo pleito eleitoral ao Buriti, já estava sendo trabalhado nos bastidores o ingresso do ‘produtor de fakes’ na legenda. Por isso, toda essa mobilização para tentar salvar o ex-distrital. O último petista que concorreu ao GDF foi Júlio Miragaya em 2018 com um desempenho aquém do esperado. Ele ficou em nono lugar entre os concorrentes ao Buriti, obtendo pouco mais de 60 mil votos. Pelo visto, para os petistas é preferível passar vergonha nas urnas com ‘o cara do fake’ que teve quase 30% dos votos do que correr o risco do surgimento de outro Miragaya e afundar o PT de vez na capital federal.

Marli Rodrigues segue firme e forte no comando do SindSaúde-DF

Marli Rodrigues segue firme e forte no comando do SindSaúde-DF
Foto: Reprodução/Google Imagens

Na semana que passou a Justiça do Trabalho do DF pôs fim a ação de um grupo de servidores da saúde que planejam tomar a direção do SindSaúde-DF por meio de uma intervenção judicial. O grupo, que se autointitulava “Grupo Ações Precatórios”, capitaneado por Amarildo Carvalho, não obteve êxito na ação movida contra a atual diretoria. O juiz Marcos Ulhoa indeferiu o pedido do grupo de Amarildo por entender que eles não preenchiam os requisitos legais para assumirem o SindSaúde-DF. Na última quinta, o juiz Acelio Ricardo Vales Leite, indeferiu um recurso que pedia a revisão da decisão. Com isso, Marli Rodrigues, atual presidente do SindSaúde-DF segue firme e forte no cargo. Agora resta saber como vão ficar os servidores aposentados que caíram no golpe da ‘carta-compromisso’, assinada por Amarildo, e pagaram R$ 2.500 para custear a intervenção judicial e contratar o escritório do advogado Paulo Goyaz sob o argumento de que o grupo ao assumir o sindicato devolveriam o dinheiro e mais R$ 70 mil de títulos de precatórios devidos aos servidores. A bola agora está com o MPDFT que está investigando a ação do bando do Amarildo.

* José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral. Já trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado) e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do Expressão Brasiliense, e é presidente da ABBP – Associação Brasileira de Portais de Notícias – desde 2021. Apresenta o programa Viva a sua Cidade, de segunda a sexta, das 11h às 13h, na Viva FM 101.3.  

OBS: O conteúdo da coluna O Fino da Política é de uso exclusivo deste portal e de outros que foram expressamente autorizados. É proibida a sua reprodução total ou parcial para fins jornalísticos, publicitários e quaisquer outras sem a devida autorização.

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp

José Fernando Vilela

José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral e trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado), partidos políticos, parlamentares e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do portal Expressão Brasiliense. É presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias - desde 2021.

Read Previous

TORRE DE TV | Monumento icônico de Brasília completa 57 anos

Read Next

CESTA DO TRABALHADOR | Programa do GDF já socorreu mais de 5 mil desempregados