• 18 de julho de 2024

O FINO DA POLÍTICA | Júnior Brunelli já está ‘orando’ por aí de novo

Júnior Brunelli já está ‘orando’ por aí de novo

Foto: Reprodução/Instagram

O ex-distrital Júnior Brunelli está querendo voltar à Câmara Legislativa do DF. No decorrer da semana que passou, Brunelli divulgou uma foto onde participa de um momento de oração com um grupo de senhoras.

‘Oração da propina’

Brunelli ficou conhecido nacionalmente após ser o protagonista da ‘oração da propina’ que veio à tona com operação Caixa de Pandora da Polícia Federal que derrubou o governo de José Roberto Arruda, hoje no PL.

‘Mensalão do DEM’

Para quem não se lembra, durante a ‘oração da propina’, Brunelli agradece o recebimento do dinheiro, fruto de um esquema de corrupção arquitetado por Arruda, marido da ministra e deputada Flávia Arruda, do PL, que ficou conhecido como o ‘Mensalão do DEM’.

Gim quer lançar Jorginho para federal

Outro político que quer voltar à cena da política brasiliense é o ex-senador Gim Argello. Só que dessa vez, Gim vai cair em campo para eleger seu filho, Jorge Argello, mais conhecido como Jorginho, para a Câmara dos Deputados. O ex-senador já avisou aos antigos aliados que ele está de volta.

À procura de um partido

Diferente de quando era parlamentar, dessa vez Gim vai que mexer os pauzinhos para filiar Jorginho em um partido. Antigamente, o ex-senador era o todo-poderoso do PTB no DF e fazia o que queria com o partido comandado nacionalmente por Roberto Jefferson, mesmo ‘Bob’ estando na cadeia. Como perdeu prestígio e não possui mais a mesma força política, Gim deve cobrar algumas faturas do passado para arrumar um lugar para ‘seu menino’.

Delmasso denuncia ‘fiofó do Jabuti’ ao MP

Foto: Rogério Lopes/Ascom Dep. Delmasso

O distrital Delmasso, do Republicanos, resolveu botar a boca no trombone e denunciar o ‘fiofó do Jabuti’ ao Ministério Público do DF (MPDFT). Calma aí, não se assuste, pois o ‘Jabuti’ não é nenhum distrital e nem político da capital.

Retirada de livro

O parlamentar protocolou um pedido de investigação sobre a obra literária do autor Marion Villas Boas, “Estórias de Jabuti”. O livro está entre os indicados para os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental das escolas públicas e Delmasso pediu ao MPDFT que o mesmo seja retirado da lista de recomendados devido ao uso de linguagem obscena e inapropriada. A ação do distrital faz jus ao slogan que ele utiliza: deputado da família. Parabéns pela atitude, deputado Delmasso. Outros não teriam a coragem de botar o dedo no ‘fiofó do Jabuti’.

Paco Britto passou pelo teste de fogo

Foto: Reprodução/Google Imagens

O vice-governador do DF, Paco Britto, do Avante, durante esses dias que Ibaneis Rocha, do MDB, tirou para descansar com a família demonstrou que tem traquejo para lidar com momentos de crise. Ele encarou o avanço da variante Ômicron no DF e se saiu muito bem durante as coletivas de imprensa no Palácio do Buriti.

Em nome de Ibaneis

Paco Britto fazia questão de dizer que falava “em nome do governador Ibaneis”. Todas as vezes que explicava as ações do GDF, ele reiterava que estava seguindo ordens de Ibaneis. O governador Ibaneis, mesmo de longe, acompanhou toda a movimentação e participou efetivamente de todas as decisões.

Fica Paco

Diante do comportamento de lealdade e fidelidade, já começa a surgir um movimento, até mesmo dentro do Buriti, para que Paco Britto prossiga como vice num eventual segundo mandato de Ibaneis. Pelo visto, a chapa majoritária já começa a se desenhar. Vamos aguardar.

Deputado e agente de turismo

Foto: Reprodução/Instagram

O deputado federal, Luis Miranda, do DEM, resolveu bancar o agente de turismo. Miranda lançou a série 222 para ensinar como preencher o pedido de visto nos EUA. O parlamentar chega a oferecer o pagamento da taxa do visto. Para participar, a pessoa já deve possuir o passaporte válido. Luis Miranda só está se esquecendo que ele como parlamentar não pode oferecer nenhuma benesse ou brinde ao eleitor, como as eleições ainda estão longe, ele resolveu se arriscar. Com certeza, a Justiça Eleitoral está monitorando a série do federal.

Candidato bissexto

Charge: Reprodução/Google Imagens

Os moradores do Parque do Riacho, que é um complexo de edifícios erguidos no Riacho Fundo II, fruto de programas habitacionais do GDF, estão na bronca com os políticos que aparecem na cidade de quatro em quatro anos. Eles lançaram a campanha: cuidado com o candidato bissexto, aquele que só aparece no ano de eleição (de quatro em quatro anos) para pedir seu voto. Para quem desejar ir ao Riacho Fundo II pedir voto neste ano, tenha cuidado. O pessoal está #chateado.

* José Fernando Vilela é editor-chefe e colunista deste portal. A coluna O Fino da Política é publicada todos os domingos.

José Fernando Vilela

José Fernando Vilela é jornalista com especialização em marketing político e eleitoral e trabalhou em diversos órgãos públicos (GDF/CLDF/Câmara/Senado), partidos políticos, parlamentares e iniciativa privada. É editor-chefe, analista político e colunista do portal Expressão Brasiliense. É presidente da ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias - desde 2021.

Read Previous

VANDALISMO | Tampas de bocas de lobo são roubadas e causam prejuízo de quase R$ 400 mil aos cofres públicos

Read Next

PARA ALEGRIA DA CRIANÇADA | Parquinhos passam por reformas em Samambaia