• 22 de julho de 2019

Águas Claras terá administradora interina enquanto a poeira não baixar

03/05/2013. Crédito: Ed Alves/CB/D.A Press. Brasil. Brasília – DF. Vista Geral de Aguas Claras.

Após as passagens de Patrícia Fleury e Valdeci Elias, na Administração Regional de Águas Claras, a cidade terá uma gestora-tampão, digamos assim. Na última segunda-feira (22/01), o Diário Oficial do DF trouxe a nomeação da atual chefe de gabinete do órgão, Jerusa da Silva, como administradora regional interina. Ela será a terceira pessoa a ocupar o cargo na gestão Rollemberg.

A Administração de Águas Claras tem como madrinha política a deputada distrital Telma Rufino. A saída de Patrícia foi motivada, segundo os bastidores, por não estar acatando os pedidos da “chefa”. Já Valdeci Elias teve que pedir para sair. Na verdade, a Polícia Civil do DF o está indiciando por falsidade ideológica. Ele teria emitido documento com informações falsas em favor de um bar instalado na região administrativa. A fraude seria para evitar a autuação da Agência de Fiscalização (Agefis).

A administradora interina, Jerusa da Silva é velha conhecida da madrinha. Ambas trabalharam juntas na própria administração durante o governo Arruda. Vamos ver se ela será efetivada no cargo ou se dará lugar à uma quarta pessoa para gerir Águas Claras.

A impressão que fica é que falta acertar a mão na hora de escolher ou indicar. Sorte a interina.

expressaobrasiliense

Read Previous

Lula terá que esperar

Read Next

Carnaval com blocos de rua está crescendo a cada ano em Brasília

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.