• 15 de abril de 2021

QUEDA DE 280 ÁRVORES DEIXA TERESINA SEM LUZ | Moradores vão às ruas protestar e interditam avenidas após 48h sem energia

Os moradores de Teresina (PI) foram surpreendidos na noite de Réveillon, na última quinta-feira (31), com uma forte chuva que causou a queda de 280 árvores sobre a rede elétrica da capital piauiense. Neste sábado (02), houve protestos em alguns bairros já que a população está há mais de 48 horas sem energia. Duas das principais avenidas da cidade foram interditadas por moradores.

Leia também  MAIS UMA VEZ | Ninguém acertou os números da Mega-Sena e prêmio pode pagar R$ 50 milhões

Veja também

MEGA DA VIRADA | Duas apostas acertaram as seis dezenas do sorteio especial de fim de ano

A empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica, Equatorial Piauí, informou que a previsão de retorno da luz ocorrerá até às 12h deste domingo (03).

“Em função da gravidade dos danos causados ao sistema elétrico, os trabalhos de recuperação têm alta complexidade e tempo de recomposição mais lento”, justificou a distribuidora.

Leia também  AGORA É COM O SENADO | Deputados aprovam MP que concede reajuste para policiais civis, PMs e bombeiros do DF

De acordo com o portal G1 e a TV Clube, falta energia nos seguintes bairros:

Zona Norte

Bairros Mocambinho, Real Copagre, Matadouro, Porenquanto, Acarape, Primavera, Água Mineral, Aeroporto, Nova Brasília, Marquês, São Joaquim e Memorare.

Zona Leste

Bairros de Fátima, Horto, Jockey Clube, Parque Universitário, Parque Mão Santa, Piçarreira e Pedra Mole.

Zona Sudeste

Bairros Dirceu, Jardim Europa e Tancredo Neves.

Leia também  TRAGÉDIA | Subiu para 55 o número de pessoas mortas por causa das chuvas

Zona Sul

Bairros Monte Castelo, Eduardo Costa, Santa Luzia e Macaúba.

Da Redação com informações do G1 e TV Clube

Foto:  Reprodução/G1

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

ORIENTAÇÃO PARA LABORATÓRIOS | Anvisa divulga medidas para detectar nova variante do coronavírus

Read Next

PIADA MACHISTA | Governador de Tocantins diz que prefeita de Gurupi, Josi Nunes, “dá um caldo”