• 25 de julho de 2021

Dirigentes de cooperativas habitacionais sob a mira da PCDF

A indicação do ex-distrital e policial civil, Wellington Luiz para comandar a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) não foi por acaso. Segundo fontes da Companhia, está em curso na empresa uma investigação com o apoio da Polícia Civil para apurar irregularidades praticadas pelos dirigentes de entidades habitacionais. Somente servidores da confiança do presidente têm conhecimento da operação.

Leia também  Polícia Civil desarticula facção criminosa do DF, Comboio do Cão (CDC)

Antes de assumir o governo, Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que as associações e cooperativas habitacionais não seriam atendidas em seu governo. Com a chegada de Wellington à Codhab, dirigentes do movimento habitacional buscaram se aproximar do ex-distrital visando uma abertura na instituição para continuar com os programas destinados às entidades. Até o momento, o GDF somente tem dado prosseguimento aos projetos iniciados na gestão anterior quando até invasões, batizadas de acampamento, eram permitidas.

Leia também  DAS 9H ÀS 16H | Parte de Águas Claras ficará sem energia neste sábado (18)

O governo Ibaneis vem combatendo as invasões e grilagem de terra no DF. Em breve, o foco deverá ser a “Máfia das Cooperativas Habitacionais”. As denúncias de cobranças abusivas das entidades já não são de agora. Pelo visto, muito dirigente vai trocar as caminhonetes e carros importados pelo camburão. O atual governo não vai ceder e nem se deixar levar pelos falsos apoios. Portanto, quem tiver as suas falhas, que peça maleme. 

Da Redação

Foto: Google Imagens

expressaobrasiliense

Read Previous

UPA do Núcleo Bandeirante será reformada

Read Next

Resgate da cultura sertaneja no Distrito Federal é transmitido pelas ondas do rádio