• 2 de dezembro de 2020

BOLSONARISMO EM BAIXA | Indicados do presidente Jair Bolsonaro fracassaram nas urnas

O presidente Jair Bolsonaro se saiu mal nas eleições municipais deste ano. Os resultados mostram que sua influência já não atinge mais a população como foi em 2018, quando governadores “surfaram” na onda de seu prestígio na tentativa de se eleger.

Veja também

PAÍS DE MARICAS | Bolsonaro reclama da falta de coragem do brasileiro para enfrentar a pandemia

Apesar de ter dito que não mandaria apoio aos candidatos no início da disputa, Bolsonaro mudou o discurso e acabou pedindo votos publicamente para ao menos 13 participantes no último sábado, 14, em uma publicação em uma rede social. Desses, apenas três conseguiram ficar entre os primeiros colocados, segundo os resultados das urnas de domingo, 15.

Em uma tentativa de se afastar do saldo negativo nas urnas, Bolsonaro apagou a publicação que havia sido feita com a lista dos nomes e números de candidatos que apoiava. Eram eles:

Senador em Mato Grosso: – Cel Fernanda PM…… 511

Prefeito (a):

– Manaus……….. Cel Menezes 51

– Santos ………… Sartori……….55

– Recife …………. Del Patrícia.. 19

– B. Horizonte….Bruno Engler.. 28

– Fortaleza …….. Cap Wagner 90

– São Paulo…… Russomanno…….10

– Rio de Janeiro…Crivella … 10

Vereador (a):

– São Paulo……… Sonaira…….. 10.120

– São Paulo……… Clau de Luca.. 28.120

– Boa Vista/RR … Deilson ……10.380

– Angra/RJ……….. Wal ……. 10.038

– Belo Horizonte… Nikolas Ferreira… 28.000

Dos citados, apenas os candidatos a prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), e de Fortaleza, Capitão Wagner (PROS), chegaram ao segundo turno. Nikolas Ferreira (PRTB), foi o único candidato a vereador citado na publicação que foi eleito.

Leia também  AGORA VAI | Reestruturação da carreira militar será votada na terça-feira no Senado

Ao fim do domingo, 15, Bolsonaro chegou a se pronunciar sobre o fato e minimizou a situação. “Minha ajuda a alguns poucos candidatos a prefeito resumiu-se a 4 lives num total de 3 horas”, disse. Chamadas de “lives eleitorais” pelo próprio presidente, ele dedicou seu espaço nas redes para pedir votos a mais alguns escolhidos que participavam das eleições para prefeito e vereador nas últimas semanas. A atitude do presidente, inclusive, está sendo questionada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

No entanto, a informação citada por Bolsonaro sobre sua “pequena participação” no apoio eleitoral não é verdadeira. Desde o dia 24 de setembro o presidente começou a citar seus candidatos preferidos, entre eles Celso Russomanno (Republicanos), que tentou cargo na prefeitura de São Paulo, mas terminou a disputa em quarto lugar.

Além desses, outros 59 nomes também foram defendidos por Bolsonaro durante a campanha eleitoral, de acordo com o jornal O Estado de São Paulo. Apenas 9 deles conquistaram o pleito e 2 foram ao segundo turno. Confira a lista completa abaixo.

Em uma publicação no Twitter, o filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), que conseguiu se reeleger, mas com 36 mil votos a menos do que na última campanha, saiu em defesa do pai, fazendo uma explicação do saldo eleitoral.

“Se engana quem acha que o presidente sai derrotado dessa aí. Essa narrativa vai por água abaixo. Basta você olhar o que aconteceu no Nordeste, onde o PT perdeu praticamente todas as capitais e isso não acontecia há muito tempo. Tenha certeza que isso é trabalho do presidente e de seus ministros”, disse Carlos.

Leia também  PROTESTOS DOS DOIS LADOS | Esplanada teve manifestações pró e contra o governo Bolsonaro neste domingo (07)

Das capitais nordestinas, o PT disputou 8 e só conseguiu participar do segundo turno em Recife (PE), com a candidata Marília Arraes.

Candidatos a vereador apoiados por Bolsonaro:

ELEITOS

  • Carlos Bolsonaro (Republicanos) – Rio de Janeiro
  • Nikolas Ferreira (PRTB) – Belo Horizonte
  • Pastor Júnior (Podemos) – Recife
  • Marco Aurélio Filho (PRTB) – Recife
  • Aleluia (DEM) – Salvador
  • Paulo Chuchu (PRTB) – São Bernardo do Campo
  • Jessicão (PP) – Londrina

NÃO ELEITOS

  • Wal do Açaí (Wal Bolsonaro) (Republicanos) – Angra dos Reis
  • Sonaira Fernandes (Republicanos) – São Paulo
  • Clau de Luca (PRTB) – São Paulo
  • Deilson Bolsonaro (Republicanos) – Boa Vista
  • Cely Duarte (Podemos) – Fortaleza
  • Alex Ceará (PSC) – Fortaleza
  • Capitão Araújo Lima (PP) – Aracaju
  • Rubenita Lessa (PSL) – Teresina
  • Marília Ferraz (PRTB) – Recife
  • Osvaldo Neto (PSC) – Recife
  • Coronel Meira (PSC) – Recife
  • Nelson Monteiro (PSC) – Recife
  • Cabo Silveira (Patriota) – Campo Grande
  • Inspetor Alberto (PROS) – Fortaleza
  • Michele Assis (Patriota) – João Pessoa
  • Alisson Novaes (Patriota) – João Pessoa
  • Nayana Pontes (DEM) – Campina Grande
  • Coronel Márcio Saraiva (DEM) – Campina Grande
  • Cabo Emanuel Diniz (DEM) – Campina Grande
  • Alessandro (PRTB) – Olinda
  • Paula Milani (PMB) – Curitiba
  • Coronel Kelson (Patriota) – João Pessoa
  • Gilvan (DEM) – Campina Grande
  • Thiago (DEM) – Campina Grande
  • Solange Lopes (Patriota) – Dourados
  • Luiz Costa (Solidariedade) – Queimados
  • Marcelo Conrado (PRTB) – Goiânia
  • Vigilante Assumar (Republicanos) – Goiânia
  • Rodolfo Souza (PSL) – Goiânia
  • Devanir Novellino (PRTB) – Cidade Ocidental
  • Taciana Muniz (Patriota) – João Pessoa
  • Jeová Junior (PSL) – Sobral
  • Fábio Ferreira (Republicanos) – Nova Iguaçu
  • Aderbal Poroca (DEM) – Paulista
  • Edilane Mansueto (DEM) – Campo Grande
  • Guilherme Paz (DEM) – Garanhuns
  • Adilson Bolsonaro (PSD) – Santa Cruz do Capibaribe
  • Abimael Santos (PP) – Toritama
Leia também  EM EDIÇÃO EXTRA DO DIÁRIO OFICIAL | Bolsonaro inclui academias, salões de beleza e barbearias no rol de serviços essenciais

Candidatos a prefeito apoiados por Bolsonaro

SEGUNDO TURNO

  • Marcelo Crivella (Republicanos) – Rio de Janeiro
  • Capitão Wagner (PROS) – Fortaleza

ELEITOS

  • Gustavo Nunes (PSL) – Ipatinga
  • Mão Santa (DEM) – Parnaiba

NÃO ELEITOS

  • Celson Russomanno (Republicanos) – São Paulo
  • Bruno Engler (PRTB) – Belo Horizonte
  • Delegada Patrícia (Podemos) – Recife
  • Coronel Menezes (Patriota) – Manaus
  • Oscar Rodrigues (MDB) – Sobral
  • Júlia Zanatta (PL) – Criciúma
  • Doutor Serginho (Republicanos) – Cabo Frio
  • Morgana Macena (MDB) – Cabedelo

(Terra)

Foto: Renato S. Cerqueira / Futura Press

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS | Com uma diferença de 35 votos, Dr. Lucas da Santa Mônica foi eleito prefeito com 47,61% dos votos válidos

Read Next

PARA CONTER O CORPORATIVISMO | Deputados querem mudanças nas regras do órgão de fiscalização do MP