• 14 de junho de 2024

A SERVIÇO DA ESQUERDA | Sob o comando de Jean Lima, EBC passa a ser utilizada para atacar adversários do PT

Considerada no meio jornalístico como um dos símbolos da comunicação pública, a Empresa Brasileira de (EBC) está se tornando um instrumento de uso político para beneficiar quem está no poder, em especial, o partido do presidente da República, o PT. Sob o comando de Jean Lima, a estatal passou a utilizar os seus canais de comunicação para atacar adversários.

Desde que Jean Lima assumiu o posto de presidente da EBC, o uso político da empresa pública se tornou uma realidade nunca vista na história pelos seus colaboradores. A direção da empresa tem imposto uma linha editorial que foge dos parâmetros e preceitos do jornalismo, o que tem gerado revolta entre os servidores.

A última demonstração de que os mecanismos da estatal estão a serviço dos interesses da esquerda ocorreu na semana passada. A Agência Brasil, um dos braços do conglomerado de mídias que compõem a EBC, publicou uma matéria bem tendenciosa em seu portal sobre a possível criação de uma CPI na CLDF para investigar a saúde pública do DF.

O conteúdo teve destaque no site como se o tema fosse de grande relevância e estava impactando diretamente toda a nação. A matéria trouxe uma abordagem completamente política sinalizando que o objetivo do texto não era informar o leitor e sim atacar a gestão do GDF, que é comandada pelo emedebista Ibaneis Rocha desde 2019.

Essa não foi a primeira vez que a Agência Brasil trouxe uma publicação nesse sentido contra o GDF. Mas, desta vez, ficou explícito que a EBC está sendo utilizada para atacar adversários da esquerda, em especial, do PT. 

Como o grupo político de Ibaneis, que tem a vice-governadora Celina Leão, do PP, como sucessora natural do emedebista em 2026, está bem avaliado pela população, a estratégia é desgastar a imagem do atual governo na tentativa de diminuir a sua força para o próximo pleito.

É por isso que a matéria sobre a CPI da Saúde só mira o que ocorreu desde o início do governo Ibaneis, o desmantelo e abandono da rede pública de saúde da capital federal promovidos durante as gestões dos esquerdistas Agnelo, do PT, e Rollemberg, do PSB, foram varridos para debaixo do tapete e nenhum jornalista da EBC que se atreva a mencionar as administrações dos ‘companheiros’.

Cabe também o registro que Jean Lima, antes de ir para a EBC, exerceu cargos de confiança no primeiro mandato de Ibaneis Rocha, o que levanta suspeitas quanto às suas intenções de prejudicar o ex-chefe.

Jean sabe bem como foram as gestões do PT e do PSB na saúde do DF, mas, por questões óbvias, é preferível ignorar e fazer o jogo para quem ele está servindo agora. Infelizmente, a história da EBC e de seus canais estão sendo jogados na lata do lixo para defender interesses eleitoreiros. 

O curioso é que aqueles servidores da EBC que gritavam por liberdade na gestão de Bolsonaro estão acuados e nada fazem. Alguns já se integraram ao time e estão se prestando ao papel de coagir ou intimidar colegas para fazer parte da trama petista.

O tal do aparelhamento do estado pelos esquerdistas está de volta. É uma pena ver que uma estatal como a EBC esteja nas mãos de falsos moralistas. 

Foto: Reprodução/Google Imagens

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook.

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram.

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

PEC DAS DROGAS | CCJ da Câmara analisa proposta que criminaliza o porte de qualquer quantidade de entorpecente

Read Next

AGÊNCIA DO TRABALHADOR | Oportunidades de emprego oferecem salários de mais de R$ 7 mil nesta quarta (5)