• 19 de outubro de 2021

CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL | Precisamos renovar as nossas fontes de energia elétrica

Por Cristiano Monteiro*

O Brasil possui uma das maiores matrizes elétricas do mundo, atrás apenas da China e dos EUA, graças aos seus recursos naturais. Em 2017, cerca de 80% de toda a energia gerada no país foi por meio das chamadas fontes renováveis, a maior parte de fonte hídrica. O problema com o modelo brasileiro é a grande dependência de uma única fonte que se agravam com os impactos das hidrelétricas sobre às comunidades e a biodiversidade.

O tema apesar de ser muito debatido no mundo todo, ainda gera dúvidas. Mas, não é tão difícil entender, principalmente em um país como o Brasil, que tem em suas fontes renováveis sua principal matriz energética, o que pode ser utilizado em favor do homem sem danificar a natureza e o que vai, com o tempo, sendo destruído por nós. Está na hora de partirmos para o uso da energia limpa, que é aquela gerada por fontes renováveis e que não lançam poluentes na atmosfera ou gera a diminuição dos nossos recursos.

Leia também  PREÇO EXORBITANTE | Moradores reclamam da falta de gás de cozinha e do valor praticado pelas distribuidoras no Entorno

Uma das principais maneiras de contribuir para entendermos melhor como funciona o setor elétrico, é preciso compreender as suas formas de produção. No Brasil, a nossa fonte principal é a energia hidrelétrica que é gerada pela movimentação das águas, por isso, temos essa enorme dependência em relação a chuva. Mas, precisamos avançar na produção de energia eólica, produzida pelo vento, e a energia solar. No mundo, a energia elétrica ainda é, em sua maioria, baseada em combustíveis fósseis e carvão, que emitem uma série de poluentes.

Leia também  POR 90 DIAS | Aneel suspende corte de energia por inadimplência

O crescimento de fontes de energias renováveis

O Brasil se diferencia em relação a outros países, principalmente, pela abundância de nossas águas. As hidrelétricas, por exemplo, representam 60% do total do que é consumido no país. Essas usinas geram eletricidade usando o movimento da água dos rios, por desníveis naturais ou por outros criados artificialmente.

Já a segunda principal fonte mais usada no país, não é limpa. São as usinas termelétricas que podem ser movidas por gás natural, bagaço de cana e combustíveis fósseis. Mas, a tendência é que, nos próximos anos, ela seja ultrapassada pela eólica, que é uma outra fonte renovável. Ela funciona utilizando grandes hélices que, ao serem movimentadas, captam a energia produzida pelo vento. Hoje, a energia eólica já é a mais utilizada em nosso litoral.

Considera-se que uma das fontes renováveis que mais podem crescer no Brasil é a energia solar, já que temos as medidas mínimas de radiação solares maiores que de muitos outros países. Essa é uma vantagem que temos que fazer uso dela em nosso benefício. A energia solar é produzida por painéis fotovoltaicos, que são grandes placas com células voltaicas que captam a energia do sol. Em algumas regiões do Nordeste, já existem grandes usinas. Uma das principais vantagens da energia de matriz solar, é que ela pode ser instalada em casas permitindo ao consumidor gerar a sua própria energia.

Leia também  VALPARAÍSO | Prefeitura ganha o reforço de três retroescavadeiras e um trator para atender as demandas da cidade

* Cristiano Monteiro é gestor e consultor ambiental.

Expressão Brasiliense

Read Previous

MAIS UM EM SÃO PAULO | Ministério da Saúde confirma o 2º paciente com coronavírus no Brasil

Read Next

SEM PUNIÇÃO | Janela partidária para quem vai disputar eleições começa na quinta