• 24 de junho de 2022

AGROBRASÍLIA | Projetos sobre clima e água serão apresentados pelo GDF durante a feira

A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) vai apresentar na feira de agronegócios AgroBrasília ações que vem executando no âmbito do Projeto CITinova pela sustentabilidade no Distrito Federal. O evento tem início nesta terça-feira (17) e segue até sábado (21), no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci.

Serão expostos na feira desde a recuperação de nascentes em Áreas de Proteção Permanente (APPs) e de recarga hídrica, até a implantação de Sistemas Agroflorestais (SAFs) mecanizados em áreas rurais do Distrito Federal

“A presença da Sema na Agrobrasília, com os projetos-pilotos desenvolvidos pela secretaria voltados à questão do clima, da água, da agrofloresta, mostra que agricultura e meio ambiente cada vez mais caminham de mãos dadas”, destaca o secretário do Meio Ambiente do DF, Sarney Filho.

“Isso é fundamental, tanto para garantir o suprimento de água e os benefícios da natureza, como também para promover uma agricultura sustentável, que é o objetivo que queremos alcançar no Distrito Federal”, acrescenta o secretário.

A Sema vai dividir o estande de 200 m² com a Secretaria de Agricultura (Seagri), Emater-DF, Ceasa, Instituto Brasília Ambiental e Grupamento de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF).

No local, estão programadas reuniões institucionais, exposições, debates, exibição de vídeos e distribuição de material educativo, além de animação com tema ambiental para as crianças, na sexta e no sábado.

Temas abordados no Projeto CITinova pela Sema serão expostos na feira, desde a recuperação de nascentes em Áreas de Proteção Permanente (APPs) e de recarga hídrica, até a implantação de Sistemas Agroflorestais (SAFs) mecanizados em áreas rurais do DF.

“Será uma excelente oportunidade para construir diálogos com a sociedade, considerando o grande número de visitantes que o evento recebe”, Márcia Coura, subsecretária de Assuntos Estratégicos da Sema

O Sistema de Informações Ambientais (Sisdia), estratégias de adaptação e mitigação às mudanças do clima e ações implementadas no âmbito do Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Ppcif) também serão apresentados e debatidos.

Construção de diálogos

Para a coordenadora executiva do CITinova, Nazaré Soares, a expectativa é que a participação no evento contribua para a ampliação das políticas ambientais voltadas à área rural e à consolidação de ações sustentáveis com foco na proteção da água e na implantação de uma agricultura de baixa emissão de carbono.

“Será uma excelente oportunidade para construir diálogos com a sociedade, considerando o grande número de visitantes que o evento recebe”, afirma a subsecretária de Assuntos Estratégicos da Sema, Márcia Coura.

O CITinova é um projeto multilateral executado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com recursos do Global Environment Facility (GEF) e implementação a cargo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). A execução no DF se dá por meio da Sema, em parceria com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

Confira a programação de atividades da Sema na AgroBrasília:

Terça-feira (17)
11h – Debate: Recuperação de nascentes, APPs e áreas de recarga
14h – Debate: Sistemas Agroflorestais (SAFs) mecanizados

Quarta-feira (18)
9h – Debate: Portal do Sisdia
19h – Reunião técnica da Câmara do Fundo Distrital de Desenvolvimento Rural (FDR)

Quinta-feira (19)
14h30 – Reunião da Câmara Técnica de Mudança do Clima

Sexta-feira (20)
9h – Debate: Combate ao fogo do cerrado

Sábado (21)
9h – Debate: Portal do Sisdia
11h – Debate: Recuperação de nascentes, APPs e áreas de recarga

(Agência Brasília)

Foto: Divulgação/Sema

Expressão Brasiliense

Read Previous

PALCO GIRATÓRIO | Sesc-DF lança projeto com obras criadas durante a pandemia por meio de novas tecnologias

Read Next

ELEIÇÕES EM GOIÁS | Bolsonaro confirma que major Vitor Hugo, do PL, é seu candidato ao governo e diz que Caiado agiu como ditador durante a pandemia