• 19 de abril de 2021

PROTEÇÃO AOS HERÓIS DA SEGURANÇA | Caiado anuncia início imediato da vacinação de forças policiais

“Deus me deu a oportunidade para ser governador no momento mais difícil da história do meu Estado e nós cumpriremos com aquilo que deve ser o melhor caminho baseado na ciência, nos resultados, para que as vidas sejam protegidas”. A afirmação é do governador Ronaldo Caiado, ao anunciar, nesta quinta-feira (25/03), que as forças policiais e de salvamento terão direito, a partir de agora, a 5% do estoque total de vacinas contra Covid-19 encaminhado pelo Ministério da Saúde a Goiás.

Veja também

COMITÊ NACIONAL DA COVID | Representando os governadores, Caiado diz que é preciso ter “ponto de convergência de todos para salvar vidas”

Participaram da entrevista coletiva, no Palácio das Esmeraldas, a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, os secretários estaduais de Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda, e da Saúde, Ismael Alexandrino.

A medida anunciada, segundo o governador, visa resguardar a vida dos profissionais e abrange policiais federais, militares, civis e rodoviários; bombeiros militares; guardas municipais, além de policiais técnico-científicos e policiais penais, que são considerados grupos de risco conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. Os critérios prioritários incluem pontos como faixa etária mais avançada e estar na ativa, conforme estabelece a resolução n° 30 da Coordenação da Comissão Intergestores Bipartite do Estado de Goiás (CIB).

O documento foi publicado, em edição extra do Diário Oficial do Estado, na quarta-feira (24/03), por determinação do governador, após deliberação e aprovação do Centro de Operações de Emergência de Goiás (COE-GO). Em discurso, Caiado enalteceu a importância dos policiais no dia a dia dos goianos.

Leia também  SOB FORTE COMOÇÃO | Maguito Vilela recebe homenagens da população de Goiânia em frente ao Palácio das Esmeraldas

“Repito sempre o quanto vocês foram e são fundamentais para a governabilidade”, reafirmou o governador. “É uma polícia que, em decorrência dessa integração, construída pelo nosso secretário de segurança, mostra que ações conjuntas e compartilhadas alcançam o objetivo de garantir a tranquilidade e a ordem instalada no Estado”, ponderou ao destacar a sensibilidade do COE, que integrou por unanimidade as forças policiais ao calendário vacinal.

Alta incidência

A ocorrência de casos de infecção por coronavírus entre o efetivo total da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-GO) apresenta uma taxa de infecção superior a 18%, quase o triplo se comparada com a população em geral; e alcançou, na quarta-feira (24/03), o total de 4.742 registros confirmados e 46 óbitos, desde o início da pandemia. Os dados da SSP ainda revelam que o número de trabalhadores curados chegou a 4.048.

Titular da SSP, Rodney Miranda evocou esse levantamento para respaldar a entrada do grupo na destinação de vacinas. “A decisão foi baseada na ciência, em números e, principalmente, no apoio que o governador dá às forças de segurança do nosso Estado”, ressaltou. “Ontem [quarta-feira] eu conversei com vários secretários de segurança, eles estão levando aos seus respectivos secretários de Saúde e a seus governadores, medida parecida ou igual a que adotamos”, informou.

O secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, disse que o momento é exemplar, já que, diferentemente de outros Estados, a inclusão dos policiais no calendário vacinal contra a Covid-19 em Goiás respeitou os trâmites preconizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), “com discussão, pactuação, deliberação e resolução”.

Leia também  FGTS | Caixa já pagou 42% do valor disponível para saque imediato do fundo

“Mais do que um avanço na imunização, isso é uma conquista democrática, de gestão e de respeito àqueles que ombreiam conosco na saúde e garantem que as medidas sanitárias recomendadas sejam colocadas em prática”, assinalou Alexandrino.

Corporações

Na solenidade, o sentimento de condolências pelas vidas perdidas entre os agentes de segurança foi compartilhado pelos comandantes de cada segmento. Para o comandante-geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Renato Brum, a medida trará mais tranquilidade ao efetivo policial que permaneceu ativo desde o início da pandemia. “Nosso serviço é essencial e, infelizmente, não podemos parar. Essa vacina virá para dar mais tranquilidade aos nossos agentes de segurança”.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, reforçou o pesar pelas vidas perdidas e destacou a dedicação da categoria. “Temos trabalhado muito e dedicado dia e noite em prol dos goianos. Todos da segurança pública não medem esforços para trazer segurança nesse momento de terror”.

Para o diretor da Polícia Civil, Alexandre Lourenço, o momento pode ser definido como uma “guerra perversa e silenciosa”. Nenhum deles [policial] se furtou a ir para rua, a comparecer ao seu local de trabalho e enfrentar a criminalidade, porque sabemos que, apesar da nossa vida estar em risco, ela representa a proteção de outras tantas”, declarou.

Leia também  H1N2 | Variação da gripe pode se tornar nova pandemia alerta OMS

“Ninguém mais aguentava todo dia uma notícia de uma baixa, às vezes mais de uma. Colegas jovens perdendo a vida para essa doença. Era necessária a ação e veio no momento oportuno”, opinou o diretor da Polícia Técnico-Científica, Marcos Egberto Brasil de Melo.

O diretor-geral de Administração Penitenciária, tenente-coronel Franz Marlus Rasmussen, também destacou a postura do governador por adotar “estratégias inteligentes” para combater a pandemia. “Sabemos do trabalho, da força que o senhor [governador] empreendeu para que a segurança pública do estado de Goiás iniciasse essa vacinação”, agradeceu.

Segundo a superintendente da Polícia Federal em Goiás, Cassandra Parazi, o momento é de alívio, apesar dos desafios a serem superados. “É óbvio que a guerra ainda não está ganha, mas nós vamos vencendo as batalhas”, sustentou.

Para o superintendente interino da Polícia Rodoviária Federal em Goiás, o respaldo para as forças policiais gera benefícios para a sociedade como um todo. “Apesar desse arquétipo de herói dos policiais, todos nós temos medos. Com vacina ou não, nós estivemos, nós estamos e nós estaremos na linha de frente dessa guerra”, completou.

Também presente no evento, o deputado estadual Coronel Adailton compartilhou o sentimento de gratidão. “Temos que render gratidão ao governador Ronaldo Caiado pela sensibilidade. São os integrantes das nossas forças de segurança que estão nas ruas, defendendo a nossa população da criminalidade, ajudando a conter as aglomerações, acabando com festas clandestinas”, exemplificou.

(Secom – GO)

Foto: Divulgação/Secom-GO

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

MÓDULO EMBRIÃO | Famílias de baixa renda recebem casas em Samambaia

Read Next

IMPOSIÇÃO DISFARÇADA | Projeto de Lei que desobriga consumidor escolher combos de operadoras avança na Câmara