• 19 de julho de 2024

ATÉ A CHEGADA DE ANCELOTTI | Fernando Diniz vai comandar interinamente a seleção brasileira

Fernando Diniz foi anunciado nesta terça-feira, 4 como técnico interino da Seleção Brasileira. O comandante do Fluminense assinou contrato de um ano e vai continuar no clube carioca. O campeão carioca deste ano esteve na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, para acertar os últimos detalhes com o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues.

O cartola ainda afirmou que italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid, assumirá o cargo na Copa América e comandará a Seleção no ciclo até a Copa do Mundo de 2026. “(Diniz) Vai dirigir a Seleção com toda autonomia”, afirmou Ednaldo.

A apresentação de Diniz está marcada para quarta-feira, 5, às 15h (de Brasília), na sede da CBF. O presidente confirmou que Carlo Ancelotti vai comandar a Seleção na Copa América, elogiando os treinadores brasileiros.

“Tem muitos treinadores bons no Brasil, e Diniz foi por conta de trabalho que entendi que era inovador, a partir do momento em que ele fez trabalho no Audax. Depois, passou por outros clubes tendo a mesma filosofia de jogo, sem ficar mudando. Sempre teve o mesmo método e gostei muito pela renovação que ele fez, das aplicações táticas. Então, é um treinador que realmente a proposta de jogo dele é quase parecida também com a do treinador que assumirá a partir da Copa América, o Ancelotti. Tem quase o mesmo tipo de proposta de jogo”, explicou.

Fernando Diniz acredita estar vivendo um sonho realizado em comandar a Seleção Brasileira, e está confiante de que a conciliação (Fluminense e Brasil) vai dar certo.

“Um sonho para qualquer um, uma honra e um orgulho enorme poder prestar serviço para a Seleção. É uma convocação, ainda mais do que jeito que aconteceu. Um trabalho em conjunto da CBF com o Fluminense e eu tenho convicção de que a gente tem tudo para levar isso adiante e fazer com que dê certo”, afirmou Diniz.

O combinado é de que Diniz continue no Fluminense e comande a Seleção nas datas Fifa. A CBF tentou a liberação exclusiva, mas o clube carioca só aceitaria pelo pagamento da multa, algo rechaçado pela entidade.

“Ele é treinador, vai conciliar o Fluminense o período todo lá e como treinador da seleção brasileira. Como treinador da seleção brasileira, a gente não coloca ele como interino. Ele tem contrato de 12 meses de duração. Vai chegar e fazer a transição da seleção brasileira para o treinador Ancelotti, que vai assumir ali na Copa América”, afirmou Ednaldo.

Foto: Divulgação/CBF

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

SEGURO RESIDENCIAL | BRB e Mapfre firmam parceria estratégica com oferta de produtos exclusivos para os mais de 7,2 milhões de clientes do banco

Read Next

64 NOVOS APARELHOS | 10 hospitais públicos do DF recebem equipamentos de anestesia de última geração