• 23 de julho de 2024

JOVEM CANDANGO | Ibaneis sanciona lei de Eduardo Pedrosa que amplia idade máxima do programa

Conseguir o primeiro emprego é um desafio para a maioria dos jovens brasileiros, entre as principais barreiras está a falta de experiência. Com o objetivo de ajudar esse público, o governador Ibaneis Rocha (MDB), sancionou a Lei nº 7299/23, de autoria do deputado distrital Eduardo Pedrosa, do União Brasil, que amplia a idade máxima para 22 anos para os interessados em participar do programa Jovem Candango.

O autor da lei destaca que hoje há mais de 30% da população entre 18 e 29 anos procurando emprego no DF. “Talvez esse seja o maior índice da história. Queremos aumentar o número de vagas para jovens no DF. Atualmente, temos dificuldade enorme de acesso à empregabilidade para eles. É muito importante que a gente promova leis ou atue no parlamento para fazer com que os jovens consigam alcançar seus sonhos e sustentar seu lar e formar sua família”, afirma Pedrosa.

Em caso de rescisão do contrato de trabalho do jovem devidamente inscrito no Programa, o empregador manterá o posto, substituindo o novato dispensado por outro também inscrito no Jovem Aprendiz. A troca deve ocorrer em até 30 dias, obedecendo a ordem cronológica e prioridade de atendimento.

A Lei também elimina o aprendiz portador de deficiência do limite máximo de 2 anos de contrato e compartilha o percentual de vagas destinadas ao aprendiz portador de deficiência com aprendizes reabilitados do processo socioeducativo.

Foto: Reprodução/Google Imagens

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

APRENDIZ DO FUTURO | Governo de Goiás abre inscrições para cadastro reserva do programa que capacita adolescentes de 14 a 16 anos

Read Next

MARCO LEGAL | Governo Lula anuncia a regulamentação do mercado de apostas esportivas