• 25 de fevereiro de 2024

DF LIVRE DE CARCAÇAS | Mais 82 veículos abandonados nas ruas são recolhidos na primeira semana; saiba como denunciar

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) retomou nesta semana a operação DF Livre de Carcaças, que tem objetivo de remover e dar a destinação adequada a veículos abandonados. Os carros podem multiplicar focos de mosquitos transmissores da dengue e de outras doenças, além de servir de abrigo para criminosos ou pontos de crimes diversos.

Já na primeira semana foram contabilizadas 82 carcaças recolhidas, em 38 pontos mapeados em Taguatinga. O programa é uma força-tarefa coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) de forma integrada com diversos órgãos, incluindo Polícia Militar (PMDF), Departamento de Trânsito (Detran-DF), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), DF Legal, Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), Novacap, Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e administrações regionais.

A ação continua em Taguatinga nas duas próximas semanas, já que a região contou com maior número de denúncias e incidência de criadouros do mosquito causador da dengue. Posteriormente, a operação seguirá para outras regiões administrativas, conforme cronograma que prioriza os locais com maior número de carcaças identificadas. A divulgação do serviço contribui para o aumento das denúncias e mapeamento dos veículos abandonados por todo o Distrito Federal.

Denúncias

A população pode contribuir denunciando pontos de acúmulo pelo telefone da ouvidoria (162) ou pelos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) e administrações regionais. Além disso, as denúncias podem ser enviadas por e-mail para o endereço [email protected].

(Agência Brasília)

Foto: Divulgação/SSP-DF

Acompanhe o Expressão Brasiliense pelas redes sociais.

Dá um like para o #expressaobrasiliense na fanpage do Facebook. 

Siga o #expressaobrasiliense no Instagram.

Inscreva-se na TV Expressão, o nosso canal do YouTube.

Receba as notícias do Expressão Brasiliense pelo Whatsapp.

Expressão Brasiliense

Read Previous

EM CARÁTER EXCEPCIONAL | Justiça do DF autoriza a entrada de agentes em imóveis abandonados

Read Next

ESTRUTURA PARALELA NA ABIN | Assessor de senador bolsonarista é acusado de integrar grupo que espionava autoridades