• 20 de abril de 2021

A TODO VAPOR | Obras do viaduto do Recanto das Emas avançam em ritmo acelerado

A construção das vias marginais próximas ao balão do Recanto das Emas, onde futuramente será erguido o viaduto da cidade, está a todo o vapor. A previsão é de que em 30 dias a nova pista do lado do Riacho Fundo II seja liberada para os veículos. Em seguida, será iniciada a fundação das estruturas elevadas. Com o trânsito desviado para a marginal, o fluxo no sentido para Samambaia ficará bloqueado.

Veja também

24 ANOS DE RESPEITO A FAIXA | Detran-DF celebra mudança de comportamento de pedestres e condutores

Atualmente, os profissionais trabalham na terraplanagem da marginal. Essa é uma das etapas necessárias antes da pavimentação. Assim que essa parte for concluída, os profissionais vão trabalhar no mesmo serviço, só que do lado do Recanto das Emas, para o futuro bloqueio da via no sentido do Gama e Santa Maria.

A obra completa consiste em um viaduto e trincheiras erguidas no entroncamento do Recanto das Emas com o Riacho Fundo II

“Iniciamos nesta semana a terraplanagem da marginal do lado do Riacho Fundo II para depois desviar o trânsito e iniciar de fato a obra do viaduto. O balão do Recanto das Emas causa muito congestionamento devido aos cruzamentos entre as cidades e ao grande fluxo de veículos”, explica o engenheiro civil do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) e executor da obra, Eli Câmara.

Leia também  571 POSTOS DE TRABALHO | Confira as oportunidades de emprego oferecidas pelas Agências do Trabalhador nesta quarta (13)

A obra completa consiste em um viaduto e trincheiras erguidas no entroncamento do Recanto das Emas com o Riacho Fundo II. O local, que hoje consome tempo dos motoristas que ficam presos no trânsito, em breve será mais uma passagem segura e com qualidade para a população. A obra também vai beneficiar moradores do Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia, Gama, Santa Maria e entorno.

Leia também  Bolsonaro diz que acabará com radares móveis em estradas

Com investimento de R$ 30.9 milhões, a construção do viaduto deve durar um ano e vai gerar centenas de empregos. Toda a movimentação das obras e das máquinas tem chamado a atenção dos moradores, que aguardam pelo viaduto há décadas.

“É complicadíssimo passar aqui, principalmente no horário de pico. Creio que a obra vai melhorar muito. É o que todos os moradores do Riacho Fundo II e do Recanto das Emas merecem. E não somente isso, creio que vai diminuir muito os acidentes de trânsito. Vai ser excelente”, comenta o empresário Carliano Mendes Pereira, morador do Riacho Fundo II.

Leia também  ATÉ 31 DE MARÇO | Caesb prorroga prazo para renegociação de débitos

Para o comerciante Eliton José dos Santos, a obra será um presente para o desenvolvimento do Recanto das Emas e do Riacho Fundo II. “Vai ser muito bom para os moradores e para quem tem acesso aqui, quem vai para o Gama e as outras cidades. Vários governantes prometeram e chegava na ‘hora H’ e não acontecia. Agora, nós vemos que ela está acontecendo. Tem mais de 12 anos que moro aqui, então é uma cidade que está crescendo muito e é o que está faltando para nós. Com mais pistas e esse viaduto vai resolver tudo”, acredita.

(Agência Brasília)

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

Avatar

expressaobrasiliense

Read Previous

FIM DA FARRA | Tráfico decreta “lockdown” em favelas do Rio

Read Next

VACINAÇÃO CONTRA A COVID | Idosos de 66 anos recebem vacina a partir de sábado (3) e órgãos de segurança organizam fila de seus profissionais