• 26 de junho de 2022

Lá atrás

Meus heróis

Não morreram

Estão na mente

E na memória.

Quebraram-se

Ídolos de barro

Nascidos do falso

Heroísmo.

Não morre

Quem na alma

Planta esperança

Até a morte.

Mortos estão

Os que matam

Nossa alegria

Com vileza.

Anti-heróis

Sucumbem

Dominados

Pelo poder.

Meus heróis

Estão vivos

Ainda fazem

O ser respirar.

Cícero Fernandez, 6/2/2018.

O Man

Foto: Google Imagens

Olá, tudo bem!? Então, quer participar do nosso blog? Envie a sua sugestão de matéria ou reportagem para o e-mail [email protected] ou entre em contato pelo 99991-9106. O Expressão Brasiliense conta com o seu apoio e ajuda para produzir e disseminar as informações de maneira correta e verdadeira. Estamos esperando o seu contato.

Expressão Brasiliense

Read Previous

Calçada em Águas Claras passa por reparo antes de ser entregue

Read Next

Tradição e qualidade é a marca do restaurante Delícias das Águas