Ibaneis anuncia obras de revitalização da Rodoviária do Plano Piloto

Foto: Renato Alves/GDF

Considerado como um dos locais mais movimentados do Distrito Federal, a Rodoviária do Plano Piloto passará por reforma em sua estrutura pela primeira vez em 60 anos desde que foi inaugurada. Nesta quarta-feira (10), o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) acompanhado do vice-governador Paco Britto (Avante) e parte de seu secretariado esteve no terminal para anunciar as obras de revitalização. Ibaneis disse que os reparos serão realizados em até 90 dias.

“Sabemos que essa obra trará segurança física à estrutura. Ela será realizada em prazo breve”, afirmou o governador Ibaneis Rocha. O chefe do Executivo ainda lembrou que outros reparos são necessários. “Precisamos passar por um processo de modernização da nossa Rodoviária”, acrescentou.

Ao término da execução, a segurança das peças reformadas será restabelecida. “O nosso dever é de trabalho e enfrentamento dos problemas do Distrito Federal. A Rodoviária não será mais a do passado. Vamos dar uma solução definitiva”, finalizou Ibaneis.

Publicidade

Além das obras da Rodoviária, o governador Ibaneis informou que o GDF também está priorizando a entrega de seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para melhorar o atendimento à população e a convocação de 356 bombeiros e 750 militares para reforçar o efetivo do DF.

Tecnologia de ponta

O governo local vai investir EM tecnologia de ponta para garantir a segurança plena da Rodoviária, com fibra de carbono. A reestruturação das 180 vigas de sustentação da plataforma superior do terminal será feita com esse material, mais moderno, resistente e econômico que o aço. Ele será aplicado no interior das vigas de concreto, aumentando em dez vezes a resistência da estrutura impactada diariamente pela passagem de veículos na plataforma superior.

A previsão é que esse serviço leve aproximadamente três meses para ser concluído, enquanto o uso de material mais convencional seria de, pelo menos, um ano, o que também exigiria a interdição de parte da plataforma inferior para o escoramento das vigas.

Ao mesmo tempo, as duas extremidades da cobertura da plataforma superior serão demolidas e reconstruídas nos mesmos moldes da arquitetura original. O trabalho de demolição começará simultaneamente ao de recuperação dos pilares, pois são reparos feitos separadamente e um não interfere no outro.

Outras obras de reforma da Rodoviária, como a troca dos sistemas elétrico e hidráulico, por exemplo, prosseguem sem comprometimento à nova intervenção.

Cuidados
Desde o dia 26 de junho, o GDF vem fazendo as intervenções necessárias no local. O primeiro passo foi dado um dia antes, com uma vistoria em conjunto com a Novacap e a Defesa Civil, quando foi detectado, num curto prazo de tempo, na laje de cobertura da plataforma inferior, o avanço de uma abertura com risco de colapso imediato.

Para evitar riscos, o trânsito foi interditado na plataforma superior da Rodoviária, no sentido norte-sul. A inspeção realizada pelos dois órgãos no espaço detectou ainda outros 15 pontos problemáticos que também estão sendo avaliados pela equipe da Novacap.

Com informações da Agência Brasília

 

expressaobrasiliense

Read Previous

1º turno da reforma da Previdência deve ser votada hoje na Câmara

Read Next

Governo Bolsonaro pretende implantar 108 escolas cívico-militares até 2023

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.