Ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz se apresenta como homem de negócios e diz estar doente

Em sua primeira aparição pública após o escândalo das movimentações financeiras suspeitas relatadas pelo Coaf, o ex-assessor do senador eleito, Flávio Bolsonaro (PSL), Fabrício Queiroz se apresentou como homens de negócios e alegou estar doente o que o impediu de comparecer ao Ministério Público do Rio de Janeiro para depor. O policial militar concedeu entrevista à repórter Débora Bergamasco, na quarta-feira (26), para o SBT Brasil.

À reportagem Fabrício disse que, além dos serviços prestados ao filho do futuro presidente Jair Bolsonaro (PSL), ele compra carros de seguradoras e os revende. “Eu sou um cara de negócios, eu faço dinheiro. Compro, revendo, compro, revendo, compro carro, revendo carro”, disse. Segundo ele, esse seria o motivo pelo qual chegou a movimentar R$ 1,2 milhão em sua conta bancária.

Já sobre o seu não comparecimento junto ao MP na duas vezes que fora intimado, Fabrício Queiroz alega que foi diagnosticado com um câncer de intestino e que devido à doença deixou de apresentar-se para depor. “Foi constatado um câncer, e eu perguntei [ao médico] se é benigno ou maligno. Ele disse é maligno, mas sem pegar a biopsia. Eu vou ser submetido, hoje ou amanhã, a outros exames. Mas vai ser preciso operar o mais rápido possível”, disse Queiroz em entrevista ao SBT.

Fabrício Queiroz virou notícia após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) divulgar que ele, ex-assessor de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), fizera movimentações atípicas em sua conta e incompatíveis com o patrimônio e receitas declarados. Em uma dessas transações, Fabrício pagou R$ 24 mil à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

O senador eleito, Flávio Bolsonaro deu declarações se eximindo de qualquer culpa e sempre se manifestou que o ex-assessor é quem devia explicações sobre sua vida financeira e não ele. Michelle Bolsonaro nunca falou nada sobre o assunto com a Imprensa. E o presidente eleito, Jair Bolsonaro disse que o dinheiro pago a sua esposa se trata de um empréstimo que ele mesmo fizera a Fabrício Queiroz que totalizavam R$ 40 mil e que Michelle recebeu esse dinheiro por ele não dispor de tempo para ir ao banco.

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos, pois ainda há muita água para passar embaixo dessa ponte. Fiquemos de olho.

Da Redação com informações adaptadas do Portal Metrópoles

Foto: Google Imagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s