O clima esquentou no plenário da Câmara entre Bessa e Fraga após críticas a Ibaneis

Os deputados federais do DF, Alberto Fraga (DEM) e Laerte Bessa (PR), ambos da bancada da bala, se estranharam nesta segunda-feira (12) no plenário da Câmara dos Deputados. Fraga se aposentou como coronel da PMDF e Bessa foi delegado da Polícia Civil do DF.

Tudo começou quando Fraga, inscrito para falar na ordem do dia, criticou o futuro governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) que anunciou que a Casa Militar será extinta em seu governo e no lugar da pasta será criado o Gabinete de Segurança Institucional, que de acordo com especulações será dirigido pelo ex-diretor da Polícia Civil. Bessa não gostou e fez uso da tribuna para defender Ibaneis e criticar o colega de parlamento. Alberto Fraga pediu direito de resposta à mesa e ao começar a falar sobre o que seu colega acabara de dizer da tribuna, Laerte Bessa já foi em sua direção. Ao se aproximar de Fraga, houve empurra empurra e os colegas de plenário logo acalmaram os ânimos de ambos os parlamentares.

O democrata enviou um áudio ao Expressão Brasiliense com a sua versão sobre o episódio o qual transcrevemos, confira.

“Eu estava defendendo a continuação da Casa Militar. Disse que a ideia de extinguir a Casa Militar, é uma ideia de jumento. E depois, o Bessa apareceu na tribuna me agredindo moralmente, me chamando de bandido, de ladrão e etc. Dizendo que eu não tinha moral para ofender o governador. E todos no plenário ficaram sem entender porque a coligação dele era a nossa. O PR ficou coligado com o Democratas e PSDB. Essa forma dele, virulenta, de defender o governador eleito, ele deve está querendo puxar o saco para ver se ele consegue alguma coisa junto ao governador. Desejo boa sorte a ele. Então é uma pessoa truculenta, que não tem amigos dentro do Congresso. Todo mundo acha que ele é um cara que não merecia nem estar ali. Aliás, ele está lá graças aos meus votos. Então eu não tenho muito o que falar sobre isso, não. Ele que dê as explicações dele. E jamais ele vai me agredir. Quando ele veio tentar me agredir, eu o empurrei e botei as mãos no peito dele e joguei ele pra fora. Foi isso. Eu não fui agredido. Eu dei um empurrão nele e mais nada”.

O deputado Laerte Bessa não nos atendeu e nem respondeu nossas mensagens até o fechamento da matéria. Assim que o parlamentar nos informar sua posição estaremos publicando.

Confira o vídeo do momento em que Laerte Bessa vai em direção ao deputado Alberto Fraga:

Da Redação

Fotos: Reprodução Vídeo/TV Câmara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s