O Fino da Política – Jair Bolsonaro, o Hugo Chávez brasileiro

Se os brasileiros elegerem o candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, em outubro deste ano, corremos o risco de passar pelo o que o povo venezuelano está vivenciando com a tal “Revolución Bolivariana”. Entre as poucas diferenças entre Bolsonaro e Chávez está que o brasileiro é de uma tendência de direita e o venezuelano era de esquerda.

A Venezuela do início dos anos 90 passou pelo mesmo momento que estamos passando atualmente. Uma crise ética e moral na política sem precedentes. Ao assumir o governo venezuelano pela segunda vez em 1989, Carlos Andrés Pérez, do mesmo jeito que Lula, estava sendo considerado como um salvador da pátria. Só que não. Carlos Andrés deixou o governo sob as acusações de corrupção e roubos nos mesmos moldes de Lula da Silva. A diferença que o venezuelano nunca esteve preso e sofreu impeachment e Lula terminou seu mandato e começou a pagar parte de sua pena em abril.

Carlos Andrés Pérez é responsabilizado por ser a gênese do fenômeno Hugo Chávez. Já Lula e o PT são os responsáveis pelo fenômeno Bolsonaro. Chávez era militar, assim como Bolsonaro. Chávez tinha como retórica combater a corrupção e os políticos larápios, assim como Bolsonaro. Chávez encheu o seu governo de militares a exemplo do que quer fazer Bolsonaro. Chávez era um fanfarrão, assim como Bolsonaro. Ou seja, estamos diante de um novo Hugo Chávez na América Latina, só que desta vez, ele falará português.

Hugo Chávez se elegeu justamente no mesmo cenário do Brasil de hoje. A população cansada de tanta corrupção, desmandos e falcatruas. Ao assumir em 1999, Chávez prometeu que iria mudar os rumos da política venezuelana e que faria uma limpeza nos porões do Palácio de Miraflores e na Assemblea Nacional. Porém, o que se viu após sua posse foi um governo autoritário e ditatorial empurrando goela abaixo às suas ordens.

E por que Bolsonaro seria o próximo Hugo Chávez? Jair Bolsonaro vem difundido ideais ultranacionalista que faz lembrar a Alemanha de Hitler. É preconceituoso, assim como Chávez. Com certeza, o capitão de artilharia brasileiro irá fazer um governo voltado para seus aliados, assim como Chávez que dividiu a Venezuela entre os parentes e amigos do Rei.

E de onde me veio essa ideia que Bolsonaro se parece com Chávez? Ao ver que ele anunciou que ao se tornar presidente o Brasil sairia da ONU me veio à cabeça a Venezuela (minha pátria materna) que conheci e vivi dos meus 7 a 9 anos de idade. Ao escolher um economista que simpatiza com ideias econômicos implantados na Venezuela. Ao querer armar o povo como fez Chávez. Ao anunciar que as escolas deveriam ser dirigidas por militares. Existem muitas outras razões, mas que se for enumerar vou ficar um longo tempo escrevendo e dando ênfase a política nacionalista do ex-militar brasileiro.

Sinceramente, não quero isso para os meus filhos e meus descendentes. Quero e luto por um Brasil mais digno e justo e não por um país que agiu com truculência ao expulsar famílias que viviam em barracas e amontoados em Pacaraima, em Roraima, devido a selvageria de bandidos que atravessaram a fronteira para roubar. Essas famílias pagaram o preço de tudo por poucos. Vamos lá, Brasil.

Abram os olhos e pensem que nós podemos ser os próximos a sofrer com políticas de imposição e de exclusão como as que Jair Bolsonaro quer implantar já que terá ao seu lado os militares, assim como Hugo Chávez, el gran hijo de puta. Chávez era tão popular como Lula já foi e hoje está sendo Bolsonaro. O “chavismo” e o “lulismo” têm doutrinas e bases parecidas, diferente do “bolsonarismo” que nos remete ao nazismo.

Da Redação

Fotos: Google Imagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s