O Fino da Politica – 28.06.18

CLDF aprova diretrizes orçamentárias para 2019 e entra em recesso

Os deputados distritais aprovaram o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO), nesta quinta-feira (28), e, cumprindo o que determina o regimento interno, entram em recesso a partir de segunda-feira (02/07) retomando os trabalhos somente a partir do dia 1º de agosto.

Como estamos em ano eleitoral, dificilmente teremos votações importantes no segundo semestre. Matérias que venham a manchar a imagem das “Excelências” ou prejudica-los perante o eleitorado não entrarão na ordem do dia. Portanto, votação agora só depois das eleições.

Reunião fechada antes de anunciar os nomes da Terceira-Via

Enquanto os demais dirigentes aguardavam, o senador Cristovam Buarque (PPS), o deputado federal, Izalci Lucas (PSDB) e o presidente regional do PRB, Wanderley Tavares, conversaram por alguns minutos, reservadamente, na sala da recepção do gabinete do senador. Primeiro, entraram Cristovam e Wanderley. Depois, Izalci se juntou a eles.

Wanderley Tavares esteve, nos últimos 20 dias, se apresentando no DF como pré-candidato ao governo e muitos davam como certo que ele iria ocupar a cabeça da chapa. Porém, parece que eles conseguiram se acertar e confirmaram o nome de Izalci e Cristovam.

Cristovam e Izalci confiam num possível apoio de Reguffe

Durante a entrevista concedida rapidamente aos jornalistas, o senador Cristovam (PPS) foi perguntado se o grupo iria buscar o apoio do senador Reguffe (Sem Partido). Cristovam disse que ele irá apoiá-los. Izalci aproveitou para dizer que uma das propostas de Reguffe fará parte do programa de governo que será apresentado em breve.

Gestão dos recursos do FCDF foi tema de audiência pública no Senado Federal

A gestão dos recursos do Fundo Constitucional do DF (FCDF) foi tema de audiência pública da Comissão Senado do Futuro (CSF) nesta quinta-feria (28), proposta pelo senador Hélio José (Pros).

O FCDF, repassado da União para o Distrito Federal, é usado para manter a polícia civil, a polícia militar e o corpo de bombeiros do Distrito Federal, além servir como assistência financeira para a execução de serviços públicos, como saúde e educação. O valor do repasse é corrigido pela variação da Receita Corrente Líquida (RCL) da União e os recursos são administrados pelo Distrito Federal.

Os policiais civis aproveitaram para pedir reposição salarial e aumento do efetivo. Para eles, há desvio de finalidade no uso dos recursos e consequentemente a categoria é prejudicada.

Os representantes do governo alegam que é necessário mudar algumas regras do FCDF para que se possa atender o pleito dos policiais.

Da Redação

Foto: Google Imagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s