Rôney Nemer fora das eleições

A tentativa de emplacar o deputado federal, Rôney Nemer (PP) como o vice-governador na chapa a ser encabeçada pelo médico Jofran Frejat (PR) foi por água abaixo. A primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, no dia 4 de junho, manter e ampliar de seis para oito anos a condenação por improbidade administrativa por ter se beneficiado durante o governo Arruda. Com isso, o parlamentar se mantém inelegível e está fora das eleições deste ano.

Fiel escudeiro do ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB), Nemer tentava chegar até as urnas para depois continuar com a sua batalha judicial.

Segundo o ministro Gurgel de Faria, relator do processo, Rôney Nemer tinha cargos no governo Arruda em troca de apoio político. De acordo com Gurgel, há comprovação nos autos que o parlamentar se beneficiou do cargo que ocupava na época (deputado distrital).

“Ante a robustez do material probatório constante dos autos, notadamente quanto ao depoimento testemunhal e às escutas ambientais, é possível atestar a participação do réu no esquema nacionalmente conhecido por ‘Mensalão do DEM’, concerto de vontades para obter sustentação política ao governo de José Roberto Arruda”, disse Faria.

Veja a decisão do ministro Gurgel de Faria

O nome do parlamentar foi citado em conversa gravada entre o então governador Arruda, Durval Barbosa, e José Geraldo Maciel, secretário-chefe da Casa Civil à época, quando o parlamentar cumpria mandato de distrital.

O parlamentar havia sido condenado por ter recebido pagamentos do governo Arruda, entre 2007 e 2009, para apoiar ações do então gestor.

A condenação foi por enriquecimento ilícito e dano ao erário, com suspensão de direitos políticos. São duas ações restantes sobre a mesma acusação da Pandora: um na esfera criminal e outra na cível.

Em contato com o site Metrópoles, o parlamentar disse que a decisão, proferida de forma monocrática, não é definitiva e não leva em consideração todos os argumentos trazidos pela defesa. “Apresentaremos recurso com a certeza de seu acolhimento, reconhecendo a minha inocência”, destacou.

Da Redação com informações do site Metrópoles

Foto: Google Imagens

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s