Sindicato dos Policiais Civis do DF divulga balanço das primeiras 24 horas da greve

Já não é de hoje que os policiais civis do Distrito Federal vêm avisando que poderiam entrar em greve. A categoria decidiu, ontem (21), deflagrar uma greve de 72 horas. A principal reivindicação dos policiais civis é a equiparação salarial com a Polícia Federal.

Com a greve, neste primeiro dia, cerca mil ocorrências deixaram de ser registradas em 51 delegacias de polícia (DPs) do Distrito Federal, segundo levantamento do Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF). Pelo menos 250 mil ocorrências criminais não serão investigadas no período de paralisação.

Segundo a entidade dos policiais, pelo menos 400 carteiras de identidade deixará de ser emitidas nos postos de atendimento da PCDF a cada dia de paralisação. Nesse período, 50 laudos periciais deixaram de ser emitidos. O sindicato aponta ainda que nas delegacias 1.500 provas testemunhais não serão elaboradas, a cada dia.

O Sinpol destaca que atualmente 11 mil mandados de prisão encontram-se em aberto e mais mil mandados de apreensão de adolescentes infratores estão deixando de serem cumpridos. Esses serviços estão paralisados.

Os policiais também não estão realizando nenhum tipo de investigação, por menor que seja o crime. São mais de 250 mil ocorrências em apuração apenas em 2017.

4fe14e10-b8e1-4f39-82cf-dbe8dc075491
Faixas de protesto foram fixadas na entrada da sede da PCDF.

Balanço primeiro dia de greve

Serviços que não foram realizados

  • registros de ocorrências
  • 500 provas testemunhais
  • 200 perícias IML, IC, II
  • 400 identidades
  • 000 mandando de prisão em aberto
  • mandados de busca e apreensão de adolescentes
  • 000 crimes sob investigação
  • 100 interceptações telefônicas

A paralisação cessará no sábado (24) e o atendimento nas delegacias retornará a partir das 8h. Na próxima segunda-feira (26), às 14h30, a categoria promoverá uma assembleia em frente ao Palácio do Buriti para decidir quais medidas serão adotadas caso não cheguem a um acordo com o governo.

Expressão Brasiliense entrou em contato com o governo local, mas até o momento não tivemos resposta sobre o assunto. A lupa do EB está acompanhando.

Da Redação com informações do Sinpol/DF

Foto: Google Imagens e Divulgação/Sinpol-DF

Olá, tudo bem!? Então, quer participar do nosso blog? Envie a sua sugestão de matéria ou reportagem para o e-mail expressaobrasiliense@gmail.com ou entre em contato pelo 99991-9106. O Expressão Brasiliense conta com o seu apoio e ajuda para produzir e disseminar as informações de maneira correta e verdadeira. Estamos esperando o seu contato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s